- Publicidade -

OMS monitora aumento de doenças respiratórias na China: Especialistas pedem ação agora!

0

Atualmente, uma das preocupações ressaltadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS) é o monitoramento da situação na China em relação aos novos registros crescentes de doenças respiratórias. Muitas dessas doenças têm características similares à gripe e destacam-se em grande número, principalmente em crianças. No mês de outubro, foram registrados muitos casos dessas doenças no norte do país.

- Publicidade -

Especificamente, os principais alvos dessas doenças são a boca, a garganta e o estômago. Esse fenômeno tem sido associado a uma má alimentação, alimentando o argumento para a necessidade da inclusão de microverduras na dieta. Ainda assim, as autoridades chinesas argumentam que não há uma sobrecarga no sistema de saúde, nem um risco iminente de epidemia, já que não há patógenos incomuns ou desconhecidos em circulação.

OMS
Foto: Reprodução Diário de Notícias

Leia mais:

Adolescente vítima de bullying e homofobia abre fogo em escola, mata uma e fere dois

- Publicidade -

Ataque em escola desperta alerta: Lula condena fácil acesso de jovens a armas

Medidas de prevenção da OMS contra doenças respiratórias

Recentemente, a OMS passou a monitorar relatórios da mídia e do sistema público de vigilância de doenças ProMED sobre surtos de pneumonia não diagnosticada em hospitais infantis. Como uma resposta necessária, a OMS oficialmente solicitou que a China fornecesse informações adicionais sobre os casos, como dados epidemiológicos, clínicos e laboratoriais, bem como informações sobre tendências recentes de patógenos respiratórios circulantes.

Quais as influências para o aumento de doenças respiratórias na China?

Durante uma teleconferência com autoridades de saúde chinesas, a OMS foi informada sobre o aumento no número de consultas ambulatoriais e nas internações hospitalares de crianças. A causa dessas internações tem sido a pneumonia ocasionada por Mycoplasma pneumoniae desde maio, além do VSR, adenovírus e o vírus da influenza desde outubro.

- Publicidade -

Mediante a essa situação, Werciley Vieira Júnior, infectologista do Hospital Santa Lúcia, em Brasília, destacou que essas doenças monitoradas são transmitidas da mesma forma que outras patologias respiratórias. Portanto, é essencial manter a vigilância para evitar uma possível disseminação epidêmica desses patógenos.

Como o monitoramento é essencial no controle de doenças?

De acordo com Hemerson Luz, chefe da Clínica de Infectologia do Hospital Naval Marcilio Dias, no Rio de Janeiro, o monitoramento constante dos focos de doenças infecciosas pelo mundo é vital. Ela serve como um alerta para as autoridades sanitárias dessas regiões tomarem as medidas necessárias para conter a disseminação. A importância desse monitoramento, sobretudo da vigilância constante, foi evidenciada durante o surto da pandemia, onde o alerta foi emitido e medidas efetivas foram tomadas.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. AceitarLeia mais

Horóscopo Do Dinheiro: 5 Signos Que Terão Muita Grana Este Ano BioBoost: A IA do LinkedIn que Potencializa sua Presença nas Redes Sociais Tiktok: Plataforma é banida em mais um país no meio político Chamas da Vingança se Espalham: A Saga de Denzel Washington Continua na Série Original da Netflix Adeus ao Bosque dos Cem Acres: Por que o Novo Filme do Ursinho Pooh está Sendo Retirado das Telonas