- Publicidade -

Impacto bilionário: entenda como o recente apagão em São Paulo afetou a economia e quais ações a Fhoresp está tomando para recuperar o setor de alimentação e turismo.

0

Apagão em São Paulo: prejuízo bilionário para setor de alimentação e turismo

- Publicidade -

O recente blecaute que afetou São Paulo desde a última sexta-feira gerou um enorme impacto negativo na economia da cidade. Segundo a Federação de Hotéis, Restaurantes e Bares do Estado de São Paulo (Fhoresp), a falta de energia elétrica causou um prejuízo estimado de meio bilhão de reais para aproximadamente 14.000 empresas na capital e na região metropolitana. Esses estabelecimentos pertencem principalmente aos setores de alimentação e turismo.

Com o apagão, muitos negócios foram obrigados a interromper suas operações, resultando em perda de lucro e danos a itens perecíveis. A Fhoresp prevê que o setor levará de três a quatro meses para se recuperar completamente dessas perdas.

Pixabay

Leia mais:

- Publicidade -

Apagão em São Paulo: Tempestade resulta em mortes e deixa milhares sem luz

Apagão no Brasil: ”Falha técnica, não falta de energia”, diz chefe da Casa Civil

Como a federação está lidando com a situação?

Diante das perdas significativas, a Fhoresp pleiteia o adiamento da quitação de impostos para as empresas gravemente afetadas pela falta de energia elétrica. Edson Pinto, diretor-executivo da Fhoresp, expressou preocupação com os prejuízos das empresas, não só devido ao desperdício de produtos, mas também ao lucro cessante – dinheiro que as empresas deixaram de ganhar durante o período de apagão.

A Fhoresp representa 24 sindicatos patronais e mais de 250.000 estabelecimentos, dentre os quais pelo menos 11% foram prejudicados pelo blecaute. A entidade colocou seus advogados à disposição dos empreendedores para ações individuais na Justiça em busca de reparação junto às concessionárias de energia.

- Publicidade -

O apagão foi um evento sem precedentes?

O incidente do blecaute foi desencadeado por um forte vento de mais de 100km/h na última sexta-feira, o que resultou em mais de 2 milhões de endereços sem energia elétrica em todo o estado. Vários dias depois, muitas pessoas ainda estão sem luz, evidenciando a magnitude do incidente.

Os prejuízos causados ​​pelo apagão são um exemplo claro da vulnerabilidade das cidades a eventos climáticos extremos, e servem de alerta para a necessidade de investimentos em infraestrutura energética mais resiliente e segura.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. AceitarLeia mais

Horóscopo Do Dinheiro: 5 Signos Que Terão Muita Grana Este Ano BioBoost: A IA do LinkedIn que Potencializa sua Presença nas Redes Sociais Tiktok: Plataforma é banida em mais um país no meio político Chamas da Vingança se Espalham: A Saga de Denzel Washington Continua na Série Original da Netflix Adeus ao Bosque dos Cem Acres: Por que o Novo Filme do Ursinho Pooh está Sendo Retirado das Telonas