- Publicidade -

Investimento em inovação aberta no Brasil dispara: Parcerias e negócios com startups dobram em 2023

0

Inovação aberta: Empresas brasileiras dobram investimento e parceiras com startups em 2023

- Publicidade -

Muitas empresas no Brasil e multinacionais continuam lutando para enfrentar os desafios relacionados à inovação aberta. Combinar a cultura da grande empresa com a dinâmica de uma startup é uma tarefa complexa que envolve vários desafios em termos de cultura, organização e processos. Mas os dados recentes indicam que as empresas brasileiras estão mostrando um progresso notável nesse aspecto.

O tão aguardado Ranking TOP Open Corps 2023, especializado em mapear a interação entre gigantes corporativos e startups no Brasil, foi recentemente divulgado. E os resultados indicam que a inovação aberta no Brasil não é mais uma simples sensação passageira. Em vez disso, está se consolidando como uma forte tendência do futuro.

Leia mais:

Tramontina inova com conjunto beni: Móveis criados para crianças com autismo

- Publicidade -

Netflix inova e invade o universo dos esportes ao vivo com a audaciosa ‘Netflix Cup’

O que os números de 2023 nos dizem sobre a Inovação Aberta no Brasil?

De acordo com o Top Open Corps 2023, as grandes empresas e multinacionais que operam no Brasil fecharam contratos no valor de R$ 6,4 bilhões ligados a parcerias de inovação aberta. Isso representa um crescimento impressionante de mais do que o dobro em comparação com o valor total do ano anterior (julho de 2022 a junho de 2023), que totalizou R$ 2,7 bilhões.

Além do aumento significativo em termos de investimento financeiro, também houve um crescimento substancial nas parcerias firmadas. Cerca de 54 mil contratos foram firmados com startups, um marco que representa mais que o dobro em comparação ao ano anterior.

Quais são as startups que mais investem em Inovação Aberta no Brasil?

- Publicidade -

A Ambev liderou a lista das empresas que mais investem em inovação aberta no Brasil, pelo terceiro ano consecutivo. A gigante do setor de bebidas foi seguida por outras grandes empresas, como a ArcelorMittal, Suzano, Sicredi e Unimed.

Quando analisamos o investimento em inovação aberta por setor, vemos que os setores de “Bens de Consumo e Alimentação”, “Serviços Financeiros” e “Varejo e Distribuição” foram os que mais buscaram parcerias com startups para impulsionar a inovação.

Foto: Convênio Médico

O que esperar do futuro da Inovação Aberta no Brasil?

Os resultados do Ranking Top Open Corps 2023 indicam um futuro promissor para a inovação aberta no Brasil. Com um aumento constante no número de corporações formando parcerias com startups – de 4.449 em 2022 para 5.348 em 2023 -, prevê-se que a tendência de crescer e se fortalecer continue.

Ao que tudo indica, a inovação aberta está se consolidando como um importante motor de crescimento e competitividade para as empresas brasileiras. E este é um sinal positivo não apenas para as grandes empresas, mas também para as startups e para a economia brasileira em geral.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. AceitarLeia mais

Horóscopo Do Dinheiro: 5 Signos Que Terão Muita Grana Este Ano BioBoost: A IA do LinkedIn que Potencializa sua Presença nas Redes Sociais Tiktok: Plataforma é banida em mais um país no meio político Chamas da Vingança se Espalham: A Saga de Denzel Washington Continua na Série Original da Netflix Adeus ao Bosque dos Cem Acres: Por que o Novo Filme do Ursinho Pooh está Sendo Retirado das Telonas