- Publicidade -

Pai de adolescente em ataque à Escola Sapopemba fala de violência e posse de arma

0

Pai do adolescente envolvido em ataque a Escola Sapopemba fala sobre o crime

- Publicidade -

Em recente entrevista ao portal Metrópoles, na terça-feira (24), o pai do adolescente apreendido pelo terrível ataque à Escola Estadual de Sapopemba, em São Paulo, falou abertamente sobre a tragédia ressaltou a negatividade associada à posse de armas.

Ele admitiu a propriedade da arma utilizada no crime e reiterou que nunca a usou. Curiosamente, ele possuía o revólver desde 1994, quando o adquiriu por trabalhar com cortes e religações de água tarefa considerada de alto risco na época.

Pai de adolescente em ataque à Escola Sapopemba
Foto: Reprodução estadão

Leia mais:

- Publicidade -

Adolescente vítima de bullying e homofobia abre fogo em escola, mata uma e fere dois

A arma de 1994 e os motivos para sua posse

Apesar do desarmamento promovido pelas autoridades, o homem optou por manter a posse da arma, pois vivia em uma área considerada insegura. “Arma é coisa negativa”, disse ele ao portal Metrópoles, evidenciando o peso de suas decisões.

Surpreendentemente, ele também mencionou que não conseguia enxergar em seu filho o potencial para cometer um ato tão terrível. O adolescente não havia sido diagnosticado com nenhum distúrbio mental pelo Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) onde havia sido atendido, conforme destacou o pai.

- Publicidade -

O sofrevimento do adolescente e a tragédia na escola

Entretanto, o pai tinha consciência de que o filho sofria agressões e acredita que essa experiência possa ter influenciado-o no crime. Profundamente consternado, ele declarou: “Sei que não adianta, mas peço perdão do fundo do coração pelo que meu filho fez. Sei que ele está sofrendo na prisão, eu como pai tenho um sentimento de culpa.”

A tragédia ocorreu nesta segunda-feira (23), quando um jovem de 17 anos faleceu após ser alvejado por um colega na escola. Além da vítima fatal, outras duas estudantes foram feridas e o suspeito foi preso logo após o ataque.

As investigações e as implicações sociais do caso

O crime levanta questionamentos sobre a segurança nas escolas e a convivência entre estudantes. Além disso, o jovem tinha um boletim de ocorrência registrado em abril, informando que sofria agressões e ameaças dentro da instituição de ensino. O caso está sendo investigado pela 70ª Delegacia de Polícia.

Este incidente serve como um alerta para as possíveis consequências da violência nas escolas e da negligência com a saúde mental dos jovens. As autoridades competentes e a sociedade devem trabalhar em conjunto para prevenir que tais ocorrências se repitam, garantindo a segurança e o bem-estar de todos os estudantes.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. AceitarLeia mais

Horóscopo Do Dinheiro: 5 Signos Que Terão Muita Grana Este Ano BioBoost: A IA do LinkedIn que Potencializa sua Presença nas Redes Sociais Tiktok: Plataforma é banida em mais um país no meio político Chamas da Vingança se Espalham: A Saga de Denzel Washington Continua na Série Original da Netflix Adeus ao Bosque dos Cem Acres: Por que o Novo Filme do Ursinho Pooh está Sendo Retirado das Telonas