- Publicidade -

Caso von Richthofen: Descubra o que é real e o que é ficção nos filmes sobre a história

0

Lançamento do filme ”A Menina que Matou os Pais – A Confissão” revive o caso Richthofen

- Publicidade -

Previsto para estrear na Amazon Prime Video no próximo dia 27 de outubro de 2023, o filme ”A Menina que Matou os Pais – A Confissão” tem gerado grande expectativa no público. A trama retrata um dos crimes mais brutais e surpreendentes já ocorridos no Brasil, o assassinato de Manfred e Marísia von Richthofen, pais de Suzane von Richthofen, ocorrido na noite de 31 de outubro de 2002.

O longa, dirigido por Mauricio Eça, é o terceiro filme produzido sobre o caso. Nele, a participação de Suzane von Richthofen, Daniel Cravinhos, seu namorado e Cristian, irmão de Daniel, são relembradas de forma profunda e complexa.

Assista ao trailer:

- Publicidade -

Leia mais:

Cervejaria Kaiser é inclusa na ”Lista Suja” de trabalho escravo pelo Governo Federal

Desafios climáticos na Amazônia: Amazonas busca soluções para o deslocamento de comunidades

Como o filme retrata a participação de Suzane Richthofen e Daniel no crime?

- Publicidade -

O filme apresenta a visão dos envolvidos na trama, expondo variadas perspectivas. Dois filmes intitulados de ”A Menina Que Matou os Pais” e ”O Menino Que Matou Meus Pais” já foram lançadas, focando nos depoimentos de Daniel Cravinhos e Suzane, respectivamente. Agora, o terceiro filme pretende dar destaque aos julgamentos que culminaram na condenação à prisão dos envolvidos.

E o que se sabe sobre os dias que se seguiram ao crime?

”A Menina Que Matou os Pais – A Confissão” também vai abordar o período subsequente ao assassinato. A trama promete trazer uma visão ampla de todos os desdobramentos envolvendo as investigações.

Entre verdades e ficções, o que realmente aconteceu?

Há diversas dúvidas e especulações que rondam o caso Richthofen. Nos filmes anteriores, foram narradas versões distintas dos acontecimentos, que variavam conforme a visão de cada personagem. Contudo, existe um consenso de que todos foram partícipes do crime. Entretanto, a real motivação e dinâmica dos eventos ainda é cercada de incertezas.

Em uma das narrativas, Suzane afirmou que, no dia do assassinato, teve um dia normal, sem qualquer indício do que viria acontecer mais tarde. Em desacordo com a versão de Suzane, Daniel Cravinhos afirmou que ela sofria abusos do pai, que seria alcoólatra. Por outro lado, o irmão de Suzane desmentiu Daniel, negando que o pai seria violento ou alcoólatra.

O filme promete esmiuçar essas e outras polêmicas, despertando curiosidade em uma nova geração que talvez não esteja familiarizada com o ocorrido, e reavivando a memória daqueles que acompanharam a chocante história.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. AceitarLeia mais

Horóscopo Do Dinheiro: 5 Signos Que Terão Muita Grana Este Ano BioBoost: A IA do LinkedIn que Potencializa sua Presença nas Redes Sociais Tiktok: Plataforma é banida em mais um país no meio político Chamas da Vingança se Espalham: A Saga de Denzel Washington Continua na Série Original da Netflix Adeus ao Bosque dos Cem Acres: Por que o Novo Filme do Ursinho Pooh está Sendo Retirado das Telonas