- Publicidade -

Chuvas intensas no Rio Grande do Sul: O estrago causado por ciclone

0

No dia de ontem, importantes alterações climáticas impactaram fortemente mais de 50 cidades, principalmente, na região Sul do Brasil, tendo como causas intensas rajadas de vento e aumento considerável do nível em diversos rios.

- Publicidade -

Os danos provocados por tais incidentes já resultaram em graves consequências, incluindo cinco mortes confirmadas em quatro cidades gaúchas (Mato Castelhano, Passo Fundo, Ibiraiaras e Estrela), diversos desabrigados e outros transtornos.

De acordo com o mais recente balanço divulgado pela Defesa Civil do RS, o número de desabrigados é de 426 e 215 desalojados. As cidades que mais sofreram com o incidente são as regiões Norte, Serra e Vale do Taquari.

Leia mais:

Deputada Bia Kicis (PL-DF), publica vídeo do casamento de presa no 8 de janeiro!

- Publicidade -

Dançarina de IZA, Mileide Guedes, está desaparecida. Veja o que se sabe sobre o caso

Como ocorreu a formação deste ciclone?

Foi identificado que o fenômeno teve origem em um sistema de baixa pressão que, ao se deslocar em direção ao oceano, ganhou intensidade, provocando chuvas fortes nas cidades mencionadas.

Foto: R7.com

Qual é a previsão para os próximos dias?

- Publicidade -

Enquanto a frente fria avança na direção de São Paulo, espera-se que o ciclone extratropical que se formou no Rio Grande do Sul se afaste do Brasil nesta terça-feira (5), conforme informa o Climatempo.

No entanto, as regiões mais altas das serras ainda podem enfrentar rajadas de vento em torno de 100 km/h, até o decréscimo do vento no decorrer da tarde.

Quais foram as fatalidades reportadas?

Já foram confirmadas as mortes de cinco pessoas na região, em consequência dos incidentes climáticos. Em Passo Fundo, um homem faleceu após ser atingido por uma descarga elétrica durante o temporal.

Em Ibiraiaras, duas pessoas morreram ao tentarem atravessar um rio com o veículo sendo levado pela correnteza. Em Estrela, um homem de 58 anos morreu por uma descarga elétrica enquanto auxiliava um vizinho a retirar móveis da casa em função da enchente.

A Defesa Civil estadual segue prestando apoio aos municípios na contenção dos riscos hidrológicos e, agora, no auxílio humanitário vital para as vítimas dos eventos climáticos.

A situação delicada que acompanha a região do Rio Grande do Sul reforça a importância de medidas preventivas e conscientização da população sobre os riscos dessa temporada climática.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. AceitarLeia mais

Horóscopo Do Dinheiro: 5 Signos Que Terão Muita Grana Este Ano BioBoost: A IA do LinkedIn que Potencializa sua Presença nas Redes Sociais Tiktok: Plataforma é banida em mais um país no meio político Chamas da Vingança se Espalham: A Saga de Denzel Washington Continua na Série Original da Netflix Adeus ao Bosque dos Cem Acres: Por que o Novo Filme do Ursinho Pooh está Sendo Retirado das Telonas