- Publicidade -

Memórias e legado: José Gregori, ex-Ministro da Justiça, morre aos 92 Anos

0

No domingo (03/09), aos 92 anos, faleceu o ex-ministro da Justiça José Gregori, em São Paulo. 

- Publicidade -

Ele estava internado no Hospital Sírio Libanês na capital paulista por dois meses e não resistiu às complicações de uma pneumonia. 

Leia mais:

Lula sanciona medida que reajusta salário mínimo e amplia isenção do IRPF no Brasil

Jornalista Giovana Teles demitida da Globo assume cargo no governo Lula

- Publicidade -

O velório e sepultamento do ex-ministro serão realizados nesta segunda-feira, das 8h às 14h, na Funeral Home, localizada no bairro da Bela Vista, região central de São Paulo.

José Gregori, formado em direito pela Universidade de São Paulo (USP) nos anos 1950, tornou-se um símbolo de resistência à ditadura militar no Brasil (1964-1983). 

Durante esse período, ele atuou como advogado de presos políticos e defendeu fervorosamente a democracia em diversos momentos da história recente do país.

Carreia política e vida de José Gregori

José Gregori entrevista
Foto: GloboNews/reprodução.

- Publicidade -

Sua carreira política incluiu cargos importantes, como a Secretaria Nacional dos Direitos Humanos (1997-2000) e o Ministério da Justiça (2000-2001) durante o governo de Fernando Henrique Cardoso (1995-2003).

José Gregori também se destacou por sua postura em defesa dos direitos humanos.

Em um momento marcado por ameaças de golpistas em apoio ao ex-presidente Jair Bolsonaro, ele assinou a “Carta às brasileiras e aos brasileiros em defesa do Estado democrático de Direito”, enfatizando que não pode haver estado democrático de direito sem respeito aos direitos humanos.

Às vésperas das eleições e em meio à polarização política, José Gregori apoiou a chapa do Presidente Luiz Inácio Lula da Silva com o vice Geraldo Alckmin.

O presidente Lula lamentou a morte do ex-ministro nas redes sociais, destacando que José Gregori sempre foi um grande defensor dos direitos humanos e do Estado Democrático de Direito, mesmo nos momentos mais desafiadores da democracia brasileira.

A Fundação Fernando Henrique Cardoso também prestou homenagens a José Gregori, ressaltando sua atuação em defesa dos direitos humanos e da democracia. 

O PSDB Nacional destacou o sólido legado deixado pelo ex-ministro, afirmando que a democracia brasileira e o sistema judiciário devem muito à sua luta. 

José Gregori será lembrado como uma figura importante na história do Brasil, dedicada à promoção da justiça e dos valores democráticos.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. AceitarLeia mais

Horóscopo Do Dinheiro: 5 Signos Que Terão Muita Grana Este Ano BioBoost: A IA do LinkedIn que Potencializa sua Presença nas Redes Sociais Tiktok: Plataforma é banida em mais um país no meio político Chamas da Vingança se Espalham: A Saga de Denzel Washington Continua na Série Original da Netflix Adeus ao Bosque dos Cem Acres: Por que o Novo Filme do Ursinho Pooh está Sendo Retirado das Telonas