- Publicidade -

Fim da luta de Cissa Guimarães: Culpados pelo atropelamento de seu filho são condenados

0

Em decisão histórica ocorrida nesta segunda-feira (28), os acusados pelo atropelamento que resultou na morte de Rafael Mascarenhas, filho da renomada atriz e apresentadora Cissa Guimarães, foram sentenciados à prisão.

- Publicidade -

O trágico incidente ocorreu há 13 anos e desde então Cissa engajou em uma estressante busca por justiça.

Leia mais:

Faustão recebe coração em menos de 1 semana e gera dúvidas sobre a fila

Motorista pode ser responsabilizado por negligência fatal em acidente com ônibus do Corinthians

- Publicidade -

Na ocasião do incidente, Rafael Mascarenhas, então com 18 anos, descia de skate pelo Túnel Acústico na zona sul do Rio de Janeiro, que estava fechado para manutenção. Infelizmente, um carro em alta velocidade violou o fechamento da pista, atropelando e matando o jovem.

Fonte: Extra Online – Globo

Qual foi a reação de Cissa Guimarães?

Afoita pela justiça, Cissa Guimarães, hoje com 66 anos, fez uma publicação em seu perfil no Instagram. Compartilhou uma chamada de reportagem do jornal “O Tempo” que anunciava a ordem de prisão contra Roberto Bussamra e seu filho, Rafael de Souza Bussamra, responsáveis diretos pelo fatal acidente.

No post, a atriz e mãe angustiada expressou sua dor e o alívio ao ver o lado da lei tomar a frente do caso tão doloroso para ela e sua família.

- Publicidade -

Fazendo um apelo a seus seguidores para que os rostos do atropelador e seu pai, que tentaram encobrir o caso, sejam reconhecidos.

Quais foram as penas aplicadas?

Segundo o juiz da 16ª Vara Criminal, Rafael Bussamra foi condenado a 3 anos e 6 meses de detenção e suspensão da habilitação para dirigir.

O pai de Rafael, Roberto Bussamra, foi sentenciado a 3 anos e 10 meses de prisão, além do pagamento de multa.

Foragidos à justiça?

É importante ressaltar que os réus sentenciados estão foragidos da justiça e devem pagar pelos crimes cometidos.

A atual situação despertou uma enorme comoção entre o público e os seguidores de Cissa Guimarães, que almejam por Justiça para Rafael.

Resumo do Caso

Rafael Mascarenhas foi atropelado em 2010. Em 2015, já sob condenação, seus atropeladores tiveram suas penas convertidas em prestação de serviços comunitários.

Em 2019, contudo, o Superior Tribunal de Justiça acolheu recurso do Ministério Público negando esse benefício.

Recentemente, o processo acabou retornando à 16ª Vara Criminal no Rio de Janeiro, onde o juiz cumpriu a sentença inicial, ordenando a detenção dos acusados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. AceitarLeia mais

Horóscopo Do Dinheiro: 5 Signos Que Terão Muita Grana Este Ano BioBoost: A IA do LinkedIn que Potencializa sua Presença nas Redes Sociais Tiktok: Plataforma é banida em mais um país no meio político Chamas da Vingança se Espalham: A Saga de Denzel Washington Continua na Série Original da Netflix Adeus ao Bosque dos Cem Acres: Por que o Novo Filme do Ursinho Pooh está Sendo Retirado das Telonas