- Publicidade -

INSS: Entenda a diferença entre a perícia resolutiva e a conclusiva

0

A perícia médica realizada pelo INSS desempenha um papel fundamental na verificação da incapacidade e na concessão de benefícios por incapacidade. Existem dois tipos de perícias: a conclusiva e a resolutiva. Entenda a diferença entre elas.

- Publicidade -

INSS ; caixa
Fonte: Mix Vale/ reprodução

Leia mais:

Jovem falece após procedimento de extração do dente do siso, mãe conta os detalhes dolorosos

Perícia conclusiva X Perícia resolutiva

- Publicidade -

Perícia conclusiva

É realizada quando o segurado já é beneficiário e solicita a prorrogação do benefício. Após três prorrogações consecutivas, o segurado passa por essa perícia, que pode resultar em diferentes conclusões, como a declaração de não incapacidade, a cessação do benefício em determinado prazo ou a concessão de outros benefícios, como reabilitação profissional, auxílio-acidente ou aposentadoria por incapacidade permanente.

Perícia resolutiva

Já a perícia resolutiva, ocorre quando, após a perícia conclusiva, é constatada a necessidade de manutenção do benefício por incapacidade temporária.

Essa perícia tem como objetivo resolver questões pendentes e pode resultar na declaração de não incapacidade, encaminhamento para reabilitação profissional, concessão de auxílio-acidente ou aposentadoria por incapacidade permanente.

- Publicidade -

Caso o segurado seja considerado apto para retornar ao trabalho, é possível recorrer administrativamente da decisão do INSS ou buscar o Judiciário para reaver o benefício.

No processo judicial, serão consideradas as condições pessoais do segurado, como escolaridade, idade, localidade e outras questões relevantes para uma decisão justa.

Durante as perícias, é importante apresentar toda a documentação médica necessária, como laudos médicos atualizados, exames de imagem, atestados e receitas médicas. Esses documentos ajudam a aumentar as chances de concessão ou prorrogação do benefício.

É fundamental compreender as diferenças entre as perícias conclusiva e resolutiva para entender o processo de concessão e prorrogação dos benefícios por incapacidade.

A partir do pedido de prorrogação, o segurado passará por uma dessas perícias, que definirá a continuidade do benefício, a reabilitação profissional ou a concessão de outros benefícios.

Em caso de discordância com a decisão do INSS, é possível recorrer administrativamente ou buscar a via judicial para buscar uma solução adequada ao caso.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. AceitarLeia mais

Horóscopo Do Dinheiro: 5 Signos Que Terão Muita Grana Este Ano BioBoost: A IA do LinkedIn que Potencializa sua Presença nas Redes Sociais Tiktok: Plataforma é banida em mais um país no meio político Chamas da Vingança se Espalham: A Saga de Denzel Washington Continua na Série Original da Netflix Adeus ao Bosque dos Cem Acres: Por que o Novo Filme do Ursinho Pooh está Sendo Retirado das Telonas