- Publicidade -

Agenda secreta de Bolsonaro revela ligação para Trump em novembro de 2022

0

As polêmicas envolvendo o ex-presidente da república, Jair Bolsonaro (PL) receberam uma nova informação nesta quarta-feira, dia 16 de agosto.

- Publicidade -

Recentemente uma série de emails do ex-governo foram recuperados pela gestão atual, e um destes revelou uma conversa secreta de Bolsonaro com o ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

Leia mais:

Escândalos recentes: As acusações mais seriamente dirigidas a Donald Trump

Trump luta contra novas alegações criminais e reivindica inocência

- Publicidade -

Não é novidade para ninguém a aliança política entre Bolsonaro e Trump, contudo, as novas informações apontam para uma tentativa de interferência nas eleições dos Estados Unidos e do Brasil por ambos os candidatos.

O email revelado aponta para uma agenda confidencial do ex-presidente, a qual consta uma ligação secreta do Palácio da Alvorada para o ex-presidente estadunidense, que teve cerca de 10 minutos de duração.

A data desta ligação é referente ao período em que o deputado Eduardo Bolsonaro estava nos Estados Unidos e supostamente teve como pauta a interferência de Trump nas eleições presidenciais brasileiras.

Esta ligação ocorreu dia 14 de novembro de 2022, às 16h20, após uma – também secreta – reunião de Bolsonaro com comandantes das Forças Armadas. Na época, Trump já não era mais o presidente dos Estados Unidos.

Ligação secreta de Bolsonaro para Trump

- Publicidade -

Bolsonaro e Trump
Foto: Brendan Smialowski/AFP/reprodução.

No dia 23 de novembro de 2022, o jornal estadunidense, The Washington Post, publicou uma matéria assinada por Gabriela Sá Pessoa e Elizabeth Dwoskin.

Esta matéria revelava que aliados de Trump nos Estados Unidos tentavam convencer Bolsonaro e contestar o resultado das eleições de 2020, as quais elegeram Joe Biden como Presidente dos Estados Unidos.

De acordo com essa reportagem, o deputado Eduardo Bolsonaro havia se reunido com Steve Bannon na mansão de Trump na Flórida.

Nesta reunião, segundo informações reveladas por Bannon ao The Washington Post, ambos haviam conversado sobre a possibilidade de que as eleições no Brasil fossem contestadas pela assessoria de Trump.

Importante ressaltar que nas datas citadas, as eleições brasileiras já haviam acontecido e Luiz Inácio Lula da Silva, havia sido eleito como o novo presidente do Brasil. Portanto, todas as discussões reveladas aconteceram após os resultados eleitorais.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. AceitarLeia mais

Horóscopo Do Dinheiro: 5 Signos Que Terão Muita Grana Este Ano BioBoost: A IA do LinkedIn que Potencializa sua Presença nas Redes Sociais Tiktok: Plataforma é banida em mais um país no meio político Chamas da Vingança se Espalham: A Saga de Denzel Washington Continua na Série Original da Netflix Adeus ao Bosque dos Cem Acres: Por que o Novo Filme do Ursinho Pooh está Sendo Retirado das Telonas