- Publicidade -

Segredos para uma vida longa: 8 hábitos que podem fazer você viver mais

0

Durante a reunião anual da American Society for Nutrition, nos EUA, foi apresentado um estudo observacional que analisou informações de mais de 700.000 idosos, investigando como sua expectativa de vida foi afetada pela adoção de diferentes hábitos.

- Publicidade -

De acordo com a pesquisa, incorporar oito hábitos de vida saudáveis na meia-idade pode levar a uma significativa extensão da vida em comparação àqueles que têm poucos ou nenhum desses hábitos. Confira quais foram essas práticas!

Leia mais:

Noites tardias, vidas curtas? Será que quem dorme tarde vive menos?

Desafio mortal: Homem perde a vida em aposta com cachaça

- Publicidade -

Hábitos que podem prolongar sua vida por mais tempo

O estudo destaca que é melhor adotar esses hábitos o mais cedo possível. No entanto, mesmo se você fizer apenas uma pequena mudança em sua rotina aos 40, 50 ou 60 anos, ainda assim trará benefícios significativos, de acordo com a pesquisa. Confira 8 hábitos que podem prolongar sua vida:

  • Controlar o estresse;
  • Estar livre do vício em opioides;
  • Não beber regularmente;
  • Não fumar;
  • Ser fisicamente ativo;
  • Ter relações sociais positivas;
  • Ter uma boa alimentação;
  • Ter uma boa higiene do sono.

Esses hábitos têm sido associados a uma série de benefícios, incluindo redução do risco de doenças crônicas, melhoria da função cardiovascular, fortalecimento do sistema imunológico, manutenção de um peso saudável e aumento da longevidade.

Os homens que adotam todos os oito hábitos saudáveis aos 40 anos têm uma expectativa de vida média 24 anos maior do que aqueles que não seguem nenhum desses hábitos.

- Publicidade -

Da mesma forma, prevê-se que as mulheres que adotam todos os oito hábitos vivam, em média, 21 anos a mais.

Estresse, consumo excessivo de álcool, má alimentação e falta de higiene do sono foram associados a um aumento de cerca de 20% no risco de morte, disseram os cientistas em comunicado.

Ainda de acordo com os pesquisadores, os fatores que mais impactaram a expectativa de vida foram a baixa atividade física, o uso de opioides e o tabagismo. Durante o período do estudo, esses hábitos foram associados a um risco de morte 30-45% maior.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. AceitarLeia mais

Horóscopo Do Dinheiro: 5 Signos Que Terão Muita Grana Este Ano BioBoost: A IA do LinkedIn que Potencializa sua Presença nas Redes Sociais Tiktok: Plataforma é banida em mais um país no meio político Chamas da Vingança se Espalham: A Saga de Denzel Washington Continua na Série Original da Netflix Adeus ao Bosque dos Cem Acres: Por que o Novo Filme do Ursinho Pooh está Sendo Retirado das Telonas