- Publicidade -

Alerta! Descubra os sinais secretos de ansiedade em animais de estimação

0

A crença comum é que apenas os seres humanos experienciam emoções como alegria, ansiedade, medo e tristeza. No entanto, dados científicos recentes estão provando o contrário.

- Publicidade -

Em 2012, um grupo de neurocientistas proeminentes se reuniu em Cambridge, Reino Unido, para discutir a consciência aniimal.

Leia mais:

Startup americana está criando pílulas contra o envelhecimento dos pets, entenda

Você sabia que a raça Pitbull não é responsável pela maioria de ataques caninos no Brasil?

- Publicidade -

Eles concluíram que outras espécies além dos humanos também possuem as bases neurológicas que dão origem à consciência.

Cachorro ; ansiedade
Fonte: Pixabay.

Os animais também sentem ansiedade?

Essa nascente conscientização levanta uma questão importante: Os animais também experimentam a ansiedade?

Hoje, abordaremos essa questão, explorando o que a ciência atual tem a dizer sobre o assunto de forma clara e simples.

- Publicidade -

Sentimentos ansiosos, tanto em cães quanto em humanos, é uma forma normal de reação a determinadas situações complicadas.

Porém, quando a ansiedade ultrapassa um certo nível de intensidade ou excede a capacidade de adaptação, pode tornar-se patológica.

Como detectar a ansiedade em seu cão?

Existem vários sinais que indicam se o seu cachorro está experimentando sentimentos ansiosos. Comportamentos como excesso de nervosismo, inquietação, insegurança e desconforto geral são sinais claros.

Quando a ansiedade se torna patológica, os sintomas podem incluir hiperatividade, excesso de lambedura, perda de pelo, problemas digestivos, uivos, tremores, latidos excessivos, medo exagerado, agressividade e comportamentos destrutivos.

Pode ser tratada?

Sim, a ansiedade canina pode ser tratada. O primeiro passo, após o diagnóstico pelo veterinário, é a terapia comportamental conduzida por um especialista em comportamento animal.

Dependendo do caso, a medicação também pode ser necessária sob supervisão veterinária. O tratamento é semelhante ao tratamento psicológico e psiquiátrico em humanos.

O objectivo principal da terapia comportamental é reduzir os níveis de stress do animal, ensinar-lhe a lidar com situações difíceis, e fornecer-lhe ferramentas para que este se possa acalmar.

Além disso, as terapias visam reduzir a sensibilidade dos cães aos sinais de ansiedade, ensiná-los a se integrar na família e ensiná-los a ter independência social.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. AceitarLeia mais

Horóscopo Do Dinheiro: 5 Signos Que Terão Muita Grana Este Ano BioBoost: A IA do LinkedIn que Potencializa sua Presença nas Redes Sociais Tiktok: Plataforma é banida em mais um país no meio político Chamas da Vingança se Espalham: A Saga de Denzel Washington Continua na Série Original da Netflix Adeus ao Bosque dos Cem Acres: Por que o Novo Filme do Ursinho Pooh está Sendo Retirado das Telonas