- Publicidade -

Empregada acusada de matar patrão revela abuso sexual

0

Após ser presa acusada de matar seu patrão, a suspeita Isabella da Silva Oliveira, de 19 anos, afirmou que foi estuprada por ele.

- Publicidade -

A polícia trabalha em outro motivo para o crime, que teria sido cometido por questões financeiras. As investigações indicam também que Isabella, teria se passado pelo patrão para dispensar a cuidadora de sua mãe, uma senhora idosa, que acabou vindo à óbito 6 dias depois do filho.

Leia mais:

Atentado no DF: Empregador pode demitir funcionário que participou?

Motoboy enfrenta situação de terror ao cobrar pagamento de lanche em Santos

- Publicidade -

“Tá f* pra mim ficar gastando esse dinheiro todo. Vou começar eu mesmo a cuidar da minha mãe. Não quero te deixar na mão, fica tranquila. Mas vou te pagar esse mês e depois eu mesmo vou dar meu jeito”, foi a mensagem que Isabella enviou, fingindo ser o patrão, de acordo com polícia.

Segundo a polícia, a suspeita após o crime, realizou saques com cartão da vítima.

SOBRE O CASO DA EMPREGADA:

A apuração do homicídio, que já perdura há três meses, finalmente levou à identificação da autora do crime. Isabella, a empregada doméstica de Lilson Braga, de 66 anos, é agora a principal suspeita.

Ela é acusada de planejar e executar o assassinato por motivos monetários. Lilson vivia com sua mãe, uma senhora de 92 anos, que faleceu poucos dias após o incidente.

- Publicidade -

No dia 2 de julho, Isabella foi detida em sua casa, localizada no Recreio dos Bandeirantes. A acusada confessou a perpetração do crime, citando a insatisfação com o comportamento de seu empregador.

Para cometer o crime, Isabella usou a arma de fogo pertencente ao próprio Lilson, e afirmou que buscou tutoriais na internet para aprender a operar a arma.

Em uma reviravolta recente, durante seu último depoimento, Isabella alterou sua versão dos fatos, alegando que o estupro perpetrado por seu patrão foi o verdadeiro motivo do assassinato.

Segundo ela, começou a trabalhar na residência da vítima quando tinha apenas 14 anos e, conforme seu relato, os abusos teriam ocorrido em março de 2023. Ela afirmou que, apesar de ter desistido do crime no momento em que apontou a arma para Lilson, o revólver disparou acidentalmente, atingindo-o no peito.

De acordo com a polícia, Isabella pode também ser responsabilizada pelo falecimento da mãe idosa da vítima.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. AceitarLeia mais

Horóscopo Do Dinheiro: 5 Signos Que Terão Muita Grana Este Ano BioBoost: A IA do LinkedIn que Potencializa sua Presença nas Redes Sociais Tiktok: Plataforma é banida em mais um país no meio político Chamas da Vingança se Espalham: A Saga de Denzel Washington Continua na Série Original da Netflix Adeus ao Bosque dos Cem Acres: Por que o Novo Filme do Ursinho Pooh está Sendo Retirado das Telonas