- Publicidade -

Choque no Mercado Têxtil: Demissão em massa assombra Santa Catarina após parceria com a Shein!

0

Empresa no ramo de tecidos (Coteminas), que possui uma sede em Blumenau e estabeleceu uma parceria de produção com a Shein, comunicou ao Sindicato dos Trabalhadores Têxteis (Sintrafite-SC) que fará demissões em massa no mês de julho na cidade de SC.

- Publicidade -

A informação foi divulgada por meio de um documento oficial enviado pela empresa à ao sindicato da categoria na última sexta-feira (30).

Leia mais:

TUDO o que você precisa saber antes de comprar na Shein, Shopee e AliExpress

Investigação revela golpe de ”avaliador de marcas” da Shein; Entenda

- Publicidade -

Segundo o presidente do Sintrafite, Carlos Alexandre Maske, o objetivo é repassar o que a empresa comunicou ao sindicato e discutir com os trabalhadores os próximos passos.

“É importante que todos os colaborares estejam presentes para que juntos possamos tomar os encaminhamentos contra essa situação grave”, disse ele.

 O que está por trás das demissões da Coteminas em Blumenau?

Segundo o sindicato, a razão das demissões, conforme o comunicado enviado pela empresa ao Sintrafite, tem a ver com o momento da Coteminas e é necessário para “manter a continuidade da operação”.

Na cidade de Blumenau, o sindicato afirmou que 1.200 funcionários fazem da empresa Coteminas. Desse total, cerca de 800 serão desligadas da mesma. Do número total de colaboradores, 200 encontram-se afastados pelo INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), e não podem ser dispensados da empresa.

- Publicidade -

Durante a assembleia, o sindicato informou que em todo o Brasil, a Coteminas prevê o desligamento de cerca de 2 mil funcionários. A unidade de Blumenau, segundo o Sintrafite, é a mais prejudicada.

Este comunicado que foi enviado pela Coteminas ao sindicato destaca ainda que “os funcionários terão garantia no valor total das rescisões, em torno de R$ 35 milhões”.

O pagamento será feito de forma parcelada, pois segundo a empresa, é a única forma de conseguir efetuar as indenizações sem causar nenhum dano aos trabalhadores.

Desde o comunicado da COTEMINAS, a prefeitura de Blumenau tem acompanhado a situação. E o prefeito Mário Hildebrandt já se reuniu ao menos três vezes com a direção da empresa em São Paulo e em Santa Catarina.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. AceitarLeia mais

Horóscopo Do Dinheiro: 5 Signos Que Terão Muita Grana Este Ano BioBoost: A IA do LinkedIn que Potencializa sua Presença nas Redes Sociais Tiktok: Plataforma é banida em mais um país no meio político Chamas da Vingança se Espalham: A Saga de Denzel Washington Continua na Série Original da Netflix Adeus ao Bosque dos Cem Acres: Por que o Novo Filme do Ursinho Pooh está Sendo Retirado das Telonas