- Publicidade -

IPTV Pirata no Futebol: envolvidos na transmissão ilegal da Premier League são presos

0

IPTV pirata no Reino Unido gera condenação para grupo envolvido em esquema de R$ 23 milhões e transmissão ilegal da Premier League. Veja!

- Publicidade -

Um grupo de cinco homens, que operava um serviço de IPTV pirata no Reino Unido com cerca de 50 mil assinantes, foi condenado a mais de 30 anos de prisão, somados.

A plataforma, chamada “Flawless TV”, tinha como principal produto os jogos da Premier League e cobrava uma assinatura mais em conta do que os serviços legalizados.

Leia mais:

IPTV pirata na mira: Anatel e Ancine criam laboratório contra a pirataria

- Publicidade -

Bem avaliativos, os usuários acompanham as partidas do famoso campeonato inglês por um preço mais baixo.

Além dos jogos, os assinantes tinham acesso a mais de 300 canais por apenas £ 10 (o equivalente a R$ 62,50) por mês.

A Flawless TV funcionava em dispositivos móveis e smart TVs e oferecia até um serviço de atendimento ao cliente 24 horas por dia.

A ilegalidade, no entanto, foi identificada e o grupo acabou sendo processado pelas emissoras e organizadores do campeonato.

anatel ; tv box ; IPTV pirata
Fonte: Portal 96 FM

- Publicidade -

Quanto lucro gerou para os operadores do IPTV pirata?

Apesar de ter funcionado por apenas 22 meses, o IPTV pirata gerou £ 3,7 milhões (cerca de R$ 23 milhões) em lucro para o grupo.

O líder, Mark Gould, ganhou £ 1,7 milhão e foi condenado a 11 anos de detenção. Steven Gordon e Peter Jolley, que arrecadaram £ 1 milhão e £ 773 mil, respectivamente, foram condenados a 5 anos e 2 meses de prisão cada um.

Quais foram as consequências para outros integrantes do grupo?

Os outros dois membros do grupo também enfrentaram punições severas. Christopher Felvus, que lucrou £ 164,5 mil, foi condenado a 3 anos e 11 meses de prisão. Já William Brown, que lucrou £ 15 mil, recebeu uma sentença de 4 anos e 9 nove meses de detenção.

O que podemos aprender com esse caso de IPTV pirata?

Esse caso serve de exemplo para alertar sobre os riscos de se envolver com a pirataria e comercialização ilegal de serviços de transmissão, principalmente em países como o Reino Unido, onde a justiça é muito rigorosa.

Vale ressaltar que a pirataria prejudica não apenas os titulares dos direitos autorais, mas também os consumidores, que podem ser expostos a riscos de segurança e ter acesso a conteúdo de baixa qualidade.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. AceitarLeia mais

Horóscopo Do Dinheiro: 5 Signos Que Terão Muita Grana Este Ano BioBoost: A IA do LinkedIn que Potencializa sua Presença nas Redes Sociais Tiktok: Plataforma é banida em mais um país no meio político Chamas da Vingança se Espalham: A Saga de Denzel Washington Continua na Série Original da Netflix Adeus ao Bosque dos Cem Acres: Por que o Novo Filme do Ursinho Pooh está Sendo Retirado das Telonas