- Publicidade -

Procon-SP toma providências contra cobranças da Netflix por compartilhamento de senhas

0

Procon notifica Netflix sobre mudança na política de compartilhamento de senhas, buscando proteger os direitos do consumidor. Saiba mais!

- Publicidade -

O Procon-SP notificou a Netflix para esclarecer as mudanças referentes à política de compartilhamento de senhas em suas contas.

Leia mais:

FIM DO COMPARTILHAMENTO DE SENHAS: Netflix põe em prática promessa de taxa do ponto extra

A gigante do streaming passou a cobrar por pontos adicionais, o que gerou diversas reclamações de consumidores. A medida busca avaliar se a nova política da empresa fere o Código de Defesa do Consumidor.

- Publicidade -

Diante das reclamações, o órgão regulador busca entender as mudanças anunciadas pela Netflix aos seus assinantes, a adoção de um novo critério de cobrança e como funcionará esse novo sistema de acesso, além de outros pontos relevantes para analisar possíveis infrações aos direitos do consumidor.

Perfil da Netflix
Foto: Terra

Netflix e o compartilhamento de senhas

Com a nova política, o streamming afirma que cada conta deve ser utilizada por uma única residência, podendo ser acessada em diferentes locais pelos membros da mesma família.

Para quem deseja compartilhar a conta com outras pessoas, será necessário adquirir um ponto extra por R$ 12,90 ou transferir o perfil para a outra pessoa, que precisará arcar com uma nova assinatura.

- Publicidade -

O que levou a Netflix a tomar essa decisão?

Em abril de 2022, a Netflix divulgou a perda de 200 mil assinantes entre janeiro e março daquele ano, de acordo com a Bloomberg.

Esse foi o primeiro resultado negativo da empresa em relação a assinantes desde 2011. A Netflix atribuiu parte dessa queda ao aumento da competição no mercado e à prática de compartilhamento de senhas, que afeta suas possibilidades de elevar o número de pagantes.

Atualmente, estima-se que 100 milhões de usuários compartilhem senhas em todo o mundo. Veja as possíveis consequências!

Quais são as possíveis consequências para a Netflix?

A notificação do Procon pode resultar em uma investigação mais aprofundada sobre as práticas da empresa, a fim de verificar se seus clientes estão sendo lesados.

Caso a Netflix seja considerada culpada por infringir o Código de Defesa do Consumidor, poderá ser obrigada a rever suas políticas e até mesmo a pagar multas ou indenizações.

No entanto, por enquanto, trata-se apenas de uma notificação e a empresa tem prazo para fornecer esclarecimentos sobre as mudanças implementadas.

A política de compartilhamento de senhas é um assunto controverso e tem gerado debates em todo o mundo.

Em um momento de intensa competição no mercado de streaming, a medida adotada pela Netflix é vista como uma forma de proteger seus lucros e garantir que apenas assinantes oficiais tenham acesso à plataforma.

No entanto, também deve ser analisada sob o ponto de vista do consumidor, para garantir que seus direitos sejam respeitados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. AceitarLeia mais

Horóscopo Do Dinheiro: 5 Signos Que Terão Muita Grana Este Ano BioBoost: A IA do LinkedIn que Potencializa sua Presença nas Redes Sociais Tiktok: Plataforma é banida em mais um país no meio político Chamas da Vingança se Espalham: A Saga de Denzel Washington Continua na Série Original da Netflix Adeus ao Bosque dos Cem Acres: Por que o Novo Filme do Ursinho Pooh está Sendo Retirado das Telonas