- Publicidade -

Golpe da mão fantasma: Cuidado com as chamadas falsas de bancos

0

Alerta aos brasileiros: Proteja-se do golpe de Spoofing e Mão Fantasma, que ameaça contas bancárias usando identificadores falsos de chamadas.

- Publicidade -

Golpistas estão aprimorando suas técnicas para ludibriar os clientes dos maiores bancos do país. A fraude começa com o chamado “spoofing”: Manipulação do identificador de chamadas.

Leia mais:

Nubank na luta contra golpes: Proteja-se do golpe da conta bloqueada!

Bancos se mostram preocupados diante desse novo golpe, especialmente quando combinado com a fraude da “mão fantasma”. Fique atento às informações para não ser a próxima vítima!

- Publicidade -

golpe banco ; banco pan
Fonte: Sindicato dos Bancários de Ponta Grossa e Região

O que é spoofing e como funciona?

O spoofing é uma prática em que os criminosos conseguem alterar a identificação da fonte de uma chamada telefônica.

Dessa forma, induzem a vítima a acreditar que a ligação é proveniente de uma instituição confiável – geralmente, seu próprio banco.

Essa manipulação do identificador de chamadas acaba facilitando a prática de outras fraudes, como, por exemplo, o golpe da mão fantasma.

- Publicidade -

Entenda o golpe da mão fantasma

Após aplicar o spoofing e ganhar a confiança da vítima, os estelionatários instruem-na a baixar um aplicativo em seu smartphone para supostamente solucionar um problema em sua conta bancária.

Com esse aplicativo instalado, os golpistas obtêm acesso ao dispositivo da vítima e, consequentemente, aos aplicativos de Internet Banking.

Assim, conseguem realizar movimentações financeiras indevidas sem conhecimento ou consentimento do usuário.

Como os bancos estão lidando com a situação?

O Banco do Nordeste informou que o tema tem sido discutido entre a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) e a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), uma vez que o golpe afeta todas as instituições financeiras, empresas e até mesmo pessoas físicas.

O Bradesco destacou que essa prática não envolve ajuda ou conivência dos funcionários das operadoras telefônicas, e sim uma “máscara” utilizada pelos criminosos para manipular o identificador de chamadas dos celulares das vítimas.

Como se prevenir contra o spoofing e a mão fantasma?

Para evitar cair nesses golpes, é fundamental ter um antivírus instalado no smartphone, que alerta sobre aplicativos não confiáveis.

Além disso, é preciso ter sempre em mente que os bancos não entram em contato com seus clientes através do número das centrais telefônicas, e que jamais solicitam senhas, dados do cartão, códigos de segurança ou transações financeiras por telefone.

Fique sempre atento às chamadas telefônicas e verifique a legitimidade dos contatos recebidos. Mantenha seu smartphone protegido com um antivírus e jamais compartilhe informações sensíveis por telefone.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. AceitarLeia mais

Horóscopo Do Dinheiro: 5 Signos Que Terão Muita Grana Este Ano BioBoost: A IA do LinkedIn que Potencializa sua Presença nas Redes Sociais Tiktok: Plataforma é banida em mais um país no meio político Chamas da Vingança se Espalham: A Saga de Denzel Washington Continua na Série Original da Netflix Adeus ao Bosque dos Cem Acres: Por que o Novo Filme do Ursinho Pooh está Sendo Retirado das Telonas