- Publicidade -

A greve dos roteiristas vai impactar a Stranger Things? Veja o que os Irmãos Duffer disseram!

0

Nas últimas semanas, Hollywood foi abalada por um evento que paralisou grande parte das produções em andamento: a greve dos roteiristas.

- Publicidade -

No entanto, para entender a situação atual, é preciso voltar um pouco no tempo, já que essa não é a primeira greve dos roteiristas a afetar as ruas de Los Angeles, nos Estados Unidos.

Greve dos roteiristas
Foto: G1-Globo/reprodução.

A greve dos roteiristas de 2007 e suas consequências 

No ano de 2007 começou uma outra greve dos roteiristas que durou pouco mais de três meses. Caso ache que isso é pouco, imagine a seguinte situação, milhares de séries e filmes sendo bruscamente parados porque ninguém sabia o que fazer com o roteiro.

- Publicidade -

Ou que tal alguns exemplos melhores, ‘Transformers: A Vingança dos Derrotados’, ‘X-Men Origins Wolverine’ e o “incrível” ‘Dragonball Evolution’.

Seja você um conhecedor de cinema ou não, provavelmente já ouviu falar de um desses três desastres citados acima. Produções que até mesmo os diretores têm vergonha de admitir que são suas.

Isso tudo, por conta de roteiros feitos às pressas, sem a mínima noção do que estava acontecendo. Toda essa situação foi decorrente da falta de pagamento de “royalties” para os roteiristas, sobre os materiais que eram vendidos com base em suas obras.

Ou seja, mídias digitais, – as quais começavam a surgir na época – DVDs, CDs, dentre outros. Portanto, como protesto, a ‘Writers Guild of America (WGA)’ declarou a greve que durou de novembro de 2007 à fevereiro de 2008. 

Greve dos roteiristas de 2023

- Publicidade -

Agora que a forma como as pessoas assistem séries avançou, muitos se perguntam por que os roteiristas estão em greve. A resposta reside nas mudanças na maneira como as séries são consumidas, especialmente por meio de serviços de streaming.

O problema não é que as pessoas assistam por streaming, mas sim que os roteiristas não estão sendo devidamente remunerados por isso. Antigamente, as séries tinham entre 22 e 24 episódios, enquanto agora, muitas delas têm entre 8 e 10. Além disso, agora não há praticamente nenhuma distribuição de séries em canais de TV.

Além disso, muitas das séries agora são exclusivas dos serviços de streaming, e não há mais distribuição em canais de TV. Como resultado, os “royalties” obtidos pelos roteiristas em 2008 não têm mais valor, pois não há vendas de DVDs, CDs ou mídias digitais; as pessoas simplesmente assinam os serviços de streaming e assistem às séries.

A grandiosa Stranger Things será afetada pela greve dos roteiristas? 

Isso está acontecendo há anos com todas as plataformas de streaming, inclusive com a responsável por alavancar este modelo, a Netflix. Tudo isso, porque os roteiristas de séries famosas, não estão ganhando em cima de novas assinaturas, nem de produtos derivados ou publicidades. 

Sendo assim, a ‘WGA’ solicitou que esse cálculo de como os roteiristas lucram fosse revisto, afinal, aquela é uma propriedade intelectual deles.

No entanto, a reivindicação não foi aceita pela Alliance of Motion Picture and Television Producers (AMPTP), responsável pelas empresas e produtoras de conteúdo, resultando em uma greve.

Todas as produções em fase de roteiro foram interrompidas, algumas até mesmo correndo o risco de serem canceladas. Uma série que não está em risco de cancelamento, mas que foi afetada diretamente pela greve, é “Stranger Things”.

Os escritores geniais por trás da série são os irmãos Matt e Ross Duffer. Apesar de serem bem conhecidos pelo público por sua obra incrível, os irmãos são roteiristas como qualquer outro.

Portanto, em uma recente publicação em seu Twitter compartilhado, os irmãos falaram o seguinte:

“Duffers aqui. A escrita não para quando as filmagens começam. Embora estejamos ansiosos para iniciar a produção com nosso incrível elenco e equipe, não é possível durante esta greve. Esperamos que um acordo justo seja alcançado em breve para que todos possamos voltar ao trabalho. Até então – acabou e para fora [no Brasil seria: “câmbio, desligo”]. #wgastrong”.

Resta agora aguardar pelo desfecho dessa nova greve e torcer para que ela não se estenda tanto quanto a anterior, pois isso acarretaria enormes prejuízos para a arte do cinema.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. AceitarLeia mais

Horóscopo Do Dinheiro: 5 Signos Que Terão Muita Grana Este Ano BioBoost: A IA do LinkedIn que Potencializa sua Presença nas Redes Sociais Tiktok: Plataforma é banida em mais um país no meio político Chamas da Vingança se Espalham: A Saga de Denzel Washington Continua na Série Original da Netflix Adeus ao Bosque dos Cem Acres: Por que o Novo Filme do Ursinho Pooh está Sendo Retirado das Telonas