- Publicidade -

Estados Unidos avançam rumo ao fim dos veículos a gasolina

0

O assunto está em constante discussão, já que a poluição é algo que está atrapalhando muito o planeta em que vivemos. E isso já é um fato estudado, que sempre tem informações vindo à tona para mostrar como o efeito estufa pode prejudicar a Terra e muito mais.

- Publicidade -

E pensando nessa necessidade de tentar reduzir os gases que são completamente prejudiciais ao planeta, a Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos (EPA) cria exigências bem rigorosas em questão ao escapamento de carro.

Essa atitude drástica acaba criando um impulsionamento ainda maior para os carros elétricos em mais de 50%. Isso gera uma grande expectativa em relação aos veículos e a redução do dióxido de carbono. O que seria muito bom para controlar os problemas que isso traz.

O presidente estadunidense Joe Biden assinou uma ordem executiva em que promete reduzir a emissão do dióxido de carbono até 2030. A promessa visa diminuir essas emissões drasticamente e seguir, além de cumprir, as metas impostas pela ONU.

Entre essas metas, estão previstas o consumo e produção responsável e sustentável de itens que podem diminuir as emissões, além de uma ação de mudança global do clima. E o grande exemplo que vem a ser a pauta do assunto é que os carros devem acompanhar essas mudanças para evitar mais poluição.

- Publicidade -

A ideia é muito boa, uma vez que parte do carbono que é emitido acaba vindo desses poluentes tão utilizados no dia a dia da população. É importante que isso ganhe uma relevância significativa para que mudanças sejam propostas e criadas na intenção de mudar o destino do planeta.

O fim dos carros a gasolina

Com essas políticas aceitas por Biden, a ideia é acabar com carros movidos a gasolina. Já que a forma de combustível é responsável por boa parte dos poluentes presentes no ar. A missão é transformar os carros elétricos em opção no mercado.

Com essa atitude, espera-se que a popularidade dos carros elétricos cresça no mercado em pelo menos 70%. No momento, esse tipo de veículo conta com menos de 10% de popularidade, julgando que ter um carro movido a gasolina pode ser muito mais barato.

Um dos motivos para que esse tipo de carro ganhe destaque no mercado é que o usuário seja atraído pelos benefícios que ele poderá oferecer. Sendo assim, dando mais espaço para a sua utilização por completo e deixando o carro movido a gasolina de lado.

- Publicidade -

A iniciativa do governo norte-americano e do EPA é um grande passo na batalha contra o efeito estufa e tudo o que a poluição pode provocar no planeta Terra. A ideia é tentar salvar uma parte do clima antes que suas consequências sejam irreversíveis.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. AceitarLeia mais

Horóscopo Do Dinheiro: 5 Signos Que Terão Muita Grana Este Ano BioBoost: A IA do LinkedIn que Potencializa sua Presença nas Redes Sociais Tiktok: Plataforma é banida em mais um país no meio político Chamas da Vingança se Espalham: A Saga de Denzel Washington Continua na Série Original da Netflix Adeus ao Bosque dos Cem Acres: Por que o Novo Filme do Ursinho Pooh está Sendo Retirado das Telonas