- Publicidade -

Nova lei da Colômbia pode afetar cristãos que vivem no país

0

As autoridades colombianas iniciaram uma discussão ao redor de um projeto que promete isentar a intervenção policial em assuntos considerados “assuntos inconstitucionais”. O objetivo do país é tentar combater a crise que está assolando a Colômbia.

- Publicidade -

As inúmeras prisões do país estão superlotadas e isso está preocupando ativistas dos direitos humanos. Entretanto, essa nova lei pode colocar a vida de cristãos em risco.

Isso porque essas pessoas locais estão com medo de que grupos que perseguem os cristãos passem a ter impunidade garantida pela lei. Mesmo com o objetivo parecendo ser justa e necessária.

Este projeto de lei prevê a revogação dos artigos 201 a 203 do Código Penal da Colômbia. Ou seja, isso inclui a violação da liberdade de religião, além de impedir ou perturbar cerimônias religiosas e, por fim, danos ou lesões a pessoas durante cultos e rezas.

O problema neste caso por completo, é que essa novidade que acendeu uma chama de discussão na Colômbia favorece muito a perseguição religiosa no país. E isso acontece porque a pequena base que os cristãos tinham para defende-los poderá ser extinta.

- Publicidade -

A principal justificativa do governo local que está cuidando disso diz que esse tipo de crime recebe pouquíssimas denúncias. Ou seja, em teoria isso não seria tão necessário assim.

Porém, ONGs estão atuando e estudando este caso. Um ativista em específico,Ac da ONG Portas Abertas, afirma que garantir esse tipo de perseguição e benefícios para os perseguidores aumenta o problema de impunidade.

Acontece que muitos dos crimes ligado a religião não podem ser denunciados, ou seja, caso algum problema aconteça com essas pessoas dentro desse nicho, elas não terão nenhum tipo de respaldo.

O principal medo também é que pastores e líderes que sofrem calados as perseguições e coações em silêncio, não possam denunciar por completo. Isso poderia causar ainda mais danos para essa pequena comunidade que se sente perseguida na Colômbia.

Além disso, as pessoas que se encontram neste nicho não teriam respaldo e nem ajuda da Justiça. Ou seja, seria um prato cheio para mais ataques, verbais, físicos e emocionais contra os cristões.

- Publicidade -

Entretanto, muitos estão defendendo a criação desse projeto. Ainda mais apontando o caso de superlotação de prisões e do sistema carcerário colombiano. Mesmo que muitos se oponham, há também quem apoie a decisão.

Apesar das informações que apontam os prós e contras, ainda não há nada decidido de fato. A proposta de lei segue em análise no parlamento colombiano e não tem nenhuma informação a mais sobre a decisão que será tomada.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. AceitarLeia mais

Horóscopo Do Dinheiro: 5 Signos Que Terão Muita Grana Este Ano BioBoost: A IA do LinkedIn que Potencializa sua Presença nas Redes Sociais Tiktok: Plataforma é banida em mais um país no meio político Chamas da Vingança se Espalham: A Saga de Denzel Washington Continua na Série Original da Netflix Adeus ao Bosque dos Cem Acres: Por que o Novo Filme do Ursinho Pooh está Sendo Retirado das Telonas