- Publicidade -

Venda ilegal de fotos de necrópsia de Marília Mendonça causa indignação entre os fãs

0

Cristian Cordeiro Apolo, um criminoso do Rio Grande do Sul, vem abordando fãs da cantora Marília Mendonça. Seu objetivo principal é lucrar com as fotos vazadas da cantora durante o procedimento de necrópsia.

- Publicidade -

O criminoso conseguiu diversos contatos em grupos de fãs de Marília Mendonça no aplicativo de mensagens WhatsApp.

De forma fria, o homem começa a conversa enviando algumas imagens da cantora falecida e cobrando por outras fotos ”exclusivas”. Segundo alguns prints de conversas, o valor dos registros variam entre R$ 2 e R$ 10.

“Tenho as 10, e já derrubaram todos os sites que tinha”, diz, o criminoso que cobra pelas fotos vazadas do Instituto Médico Legal (IML).

Ainda na conversa, o homem divulga um número de CPF como chave para um pagamento instantâneo (Pix). Assim, após uma busca foi confirmado que ele é dono de uma empresa registrada como Microempreendedor Individual (MEI), sediada em Caxias do Sul (RS).

- Publicidade -

Um dos fãs da cantora que foi abordado pelo criminoso, afirma que ficou em choque com as fotos.

“Eu tinha o sonho de conhecer a Marília, amo demais aquela mulher, e não queria ter visto ela daquele jeito. Foi muito ruim”, disse a fã que não quis se identificar.

Polícia Civil do Distrito Federal está realizando prisões

Um outro criminoso que também espalhava fotos de corpos de artistas falecidos acabou preso. O homem de 22 anos, utilizava o Twitter e chegou a postar fotos de Marília Mendonça, Cristiano Araújo e Gabriel Diniz.

Chamada de Fenrir, a operação tem o objetivo de reprimir os crimes envolvendo o vazamento desse tipo de imagem na internet. No Brasil, esse tipo de crime é chamado de vilipêndio de cadáver, um crime previsto no Código Penal Brasileiro, no artigo 212 que consiste em praticar ato de desrespeito, ultraje ou profanação a um cadáver.

- Publicidade -

Esse ato pode ser transmitido de diversas formas, como mutilação, vilipêndio, ocultação ou destruição do cadáver. A pena para esse crime pode ser detenção de 1 a 3 anos e pagamento de multa.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. AceitarLeia mais

Horóscopo Do Dinheiro: 5 Signos Que Terão Muita Grana Este Ano BioBoost: A IA do LinkedIn que Potencializa sua Presença nas Redes Sociais Tiktok: Plataforma é banida em mais um país no meio político Chamas da Vingança se Espalham: A Saga de Denzel Washington Continua na Série Original da Netflix Adeus ao Bosque dos Cem Acres: Por que o Novo Filme do Ursinho Pooh está Sendo Retirado das Telonas