- Publicidade -

Fique por dentro sobre todos os detalhes do Minha Casa Minha Vida

0

Com a volta do governo Lula, o programa habitacional, “Minha Casa Minha Vida”, também está de volta, substituindo o antigo “Minha Casa Verde e Amarela”. Este programa foi criado com o intuito de ajudar os cidadãos brasileiros, de baixa renda, a conseguirem conquistar o sonho da casa própria.

- Publicidade -

Oficialmente, o programa voltou neste mês de março e já estão abertas as inscrições para fazer parte do programa. O programa ainda retorna com algumas novidades, que possibilitam fazer com que mais cidadãos brasileiros possam fazer parte dele. Saiba todas as informações necessárias sobre o programa:

Veja todos os detalhes sobre o retorno do “Minha Casa Minha Vida” e como fazer parte:

O programa habitacional é dividido em três faixas de família: Faixa 1, Faixa 2 e Faixa 3. Onde as famílias de Faixa 1 são aquelas que possuem renda mensal de até R$ 2,6 mil. Já as famílias de Faixa 2 e 3 devem possuir uma renda mensal de, no máximo, R$ 8 mil.

Para se inscrever no programa é preciso saber em qual faixa sua família se inclui, pois as inscrições são diferentes. Cada faixa possui alguns pré-requisitos que necessitam ser cumpridos para que a inscrição seja realizada e aceita.

- Publicidade -

  • Inscrições para Faixa 1:

– É necessário inscrever-se no plano de moradias do governo, na prefeitura de sua cidade;

– As famílias que forem aprovadas, após inscrição no plano de moradias, são avisadas sobre as datas que acontecerão os sorteios das moradias;

– Caso a família seja sorteada, novas informações chegarão para que seja concluída a assinatura do contrato de compra e venda do imóvel;

– Por fim, a família passa pela validação da Caixa Econômica Federal para conseguir as melhores condições de financiamentos do imóvel.

- Publicidade -

É importante lembrar que a Caixa Econômica Federal avalia toda a situação da família sorteada, a fim de que não haja nenhuma irregularidade na assinatura do contrato de financiamento do imóvel. Para esta validação, o banco segue alguns critérios para saber se a família está realmente apta para fazer a compra.

  • Inscrições para Faixas 2 e 3:

– A contratação para a compra da casa pode ser feita direto na Caixa ou através de alguma entidade parceira do programa;

– Antes de fechar o contrato, através do site da Caixa, é necessário fazer uma simulação da compra. Informando qual será o imóvel para obter mais detalhes sobre as formas de financiamentos, prazos e condições;

– Após simulação concluída, um integrante da família precisa ir até uma agência da Caixa para entregar toda a documentação necessária para iniciar o processo de financiamento e compra do imóvel.

Assim como as famílias da Faixa 1 passam por uma validação de seus dados, por parte da Caixa, o mesmo acontece com as famílias de Faixa 2 e 3. Caso esteja tudo certo, a família já poderá assinar os contratos e finalmente realizar o sonho da casa própria.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. AceitarLeia mais

Horóscopo Do Dinheiro: 5 Signos Que Terão Muita Grana Este Ano BioBoost: A IA do LinkedIn que Potencializa sua Presença nas Redes Sociais Tiktok: Plataforma é banida em mais um país no meio político Chamas da Vingança se Espalham: A Saga de Denzel Washington Continua na Série Original da Netflix Adeus ao Bosque dos Cem Acres: Por que o Novo Filme do Ursinho Pooh está Sendo Retirado das Telonas