- Publicidade -

Motoristas expulsos do Uber dão jeito de voltarem pro app

0

As pessoas que violaram algum tipo de regra e foram expulsas do Uber, dão jeito de comprarem contas no app para trabalhar. Veja!

- Publicidade -

Se você utiliza o Uber ou o 99, fique atento!

Diversos motoristas que já foram suspensos da plataforma por causa de alguma quebra de regra ou contrato, estão voltando com contas falsas.

As contas estão sendo vendidas ou até mesmo alugadas dentro de grupos do Facebook. Os vendedores ilegais, criam contas nos apps e negociam os valores na rede social, chegando a até R$ 750.

Além disso, o esquema permite que você consiga escolher a foto, o carro e cadastre a própria biometria no Uber falso.

- Publicidade -

Uber
Imagem: Olhar Digital

Para os motoristas que querem apenas alugar as contas, o valor é de R$ 75.

Os criminosos que estão vendendo contas, ainda conseguem oferecer o serviço de cadastro para carro mais antigos, já que o limite imposto pelos apps de corrida são de dez anos.

Golpe do Uber falso

Além da prática ilegal de contas falsas, que é considerada crime de estelionato, há também relatos em grupos de Facebook sobre motoristas banidos que pagaram pelo serviço, porém, nunca receberam as contas prometidas.

- Publicidade -

Embora o Uber falso esteja se tornando cada vez mais conhecida e atraindo milhares de interessados, as denúncias desses casos ainda são poucas.

Vale lembrar, inclusive, que a comercialização de contas falsas é proibida pelas políticas das plataformas de transporte e configura crime.

Para garantir a segurança dos passageiros, é recomendável que sempre verifiquem as informações do motorista e do veículo antes de aceitar uma corrida.

Além disso, é importante que as pessoas denunciem nas plataformas em casos de suspeita de Uber falso, a fim de acabar com essa prática ilegal e garantir a segurança de todos os usuários.

Nota da empresa

Em nota, a Uber afirmou que não foi possível verificar a autenticidade dessas contas e se elas realmente deram acesso a uma conta ativa no aplicativo ou realizaram viagens.

A empresa reforça que a comercialização de contas é ilegal e que trabalha constantemente para proteger a plataforma e seus usuários contra fraudes.

A Uber utiliza diversas ferramentas, como a U-check em parceria com o Serpro e a U-Selfie, para verificar a identidade e as informações dos motoristas parceiros cadastrados na plataforma, além de realizar checagens periódicas de apontamentos criminais.

A segurança é uma prioridade para a Uber e a empresa continua aprimorando seus processos internos para prevenir fraudes e proteger seus usuários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. AceitarLeia mais

Horóscopo Do Dinheiro: 5 Signos Que Terão Muita Grana Este Ano BioBoost: A IA do LinkedIn que Potencializa sua Presença nas Redes Sociais Tiktok: Plataforma é banida em mais um país no meio político Chamas da Vingança se Espalham: A Saga de Denzel Washington Continua na Série Original da Netflix Adeus ao Bosque dos Cem Acres: Por que o Novo Filme do Ursinho Pooh está Sendo Retirado das Telonas