- Publicidade -

Americanas: homem investe R$ 40 mil em ações no dia do rombo bilionário

0

O homem em questão é André Krizak, que se arrependeu profundamente após ver que a Americanas estava escondendo o jogo. Venha entender o que aconteceu.

- Publicidade -

André Krizak, um administrador empresarial de 48 anos, por volta das 16h do dia 11 de janeiro, decidiu realizar uma compra na sua carteira de ações de varejo na Bolsa de Valores, o que ele não sabia, era que iria se arrepender amargamente.

Ele escolheu a Americanas para investir suas economias, que não eram poucas. Krizak investiu mais de R$ 40 mil no dia em que a empresa virou alvo de notícias negativas. Até o dado momento, ele não fazia ideia de nada.

André contou que estava animado com o novo CEO Sergio Rial. Ele já conhecia o trabalho do homem e era um admirador da sua forma de gestão executiva.

Rial é ex-presidente do Santander Brasil, da Marfrig, e é considerado pela Forbes, o CEO mais bem pago do Brasil, aproximadamente R$ 59 milhões ao ano.

- Publicidade -

Sergio Rial ; Americanas
Fonte: SpaceMoney

Sergio Rial

Nos últimos 20 anos, o CEO da varejista era Miguel Gutierrez e, muitas pessoas estavam animadas e com as expectativas altas com a chegada de Sergio Rial.

O administrador financeiro, o mercado brasileiro e os consumidores tomaram realmente um susto, quando a Americanas anunciou o rombo, que agora já chega a R$ 43 bilhões.

Sergio Rial assinou a notícia apenas três horas depois de André ter feito o investimento.

- Publicidade -

No mesmo anúncio citado a cima, Rial também renunciou à presidência e ficou apenas como assessor de acionistas de referência, que era dos fundadores bilionários do 3G Capital, Jorge Paulo Lemann, Marcel Telles e Carlos Alberto Sicupira.

Panorama da Americanas

Na última quinta-feira (19), o ex-CEO anunciou que a loja entrou em processo de recuperação judicial das dívidas que somam 43 bilhões de reais.

Em termos de rombo financeiro do Brasil, a Americanas já se encontra na quarta maior operação, ficando atrás apenas da Odebrecht, Oi e Samarco.

Krizak conta que se sentiu fraudado: “Comprei a ação por R$ 12 e agora ela vale menos de R$ 1, preço de bala. O tombo foi grande para mim. A Americanas fez o 11 de janeiro se transformar no meu 11 de setembro”.

Já na última sexta-feira (20), a ação foi negociada a R$ 0,71. Krizak já perdeu cerca de R$ 65 mil com a Americanas.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. AceitarLeia mais

Horóscopo Do Dinheiro: 5 Signos Que Terão Muita Grana Este Ano BioBoost: A IA do LinkedIn que Potencializa sua Presença nas Redes Sociais Tiktok: Plataforma é banida em mais um país no meio político Chamas da Vingança se Espalham: A Saga de Denzel Washington Continua na Série Original da Netflix Adeus ao Bosque dos Cem Acres: Por que o Novo Filme do Ursinho Pooh está Sendo Retirado das Telonas