- Publicidade -

Elon Musk entra para o Guiness Book de uma forma que não era esperada por ele

0

O CEO do Twitter, Elon Musk, entrou para o livro dos recordes como a maior perda de fortuna pessoal da história. Confira o valor.

- Publicidade -

O antigo homem mais rico do mundo, Elon Musk, vem se envolvendo em diversas polêmicas desde que comprou o Twitter.

Olhando para trás, hoje ele vive uma realidade bem diferente da que ele vivia há dois anos. E, para confirmar isto, o ainda bilionário, acabou entrando na categoria de maior perda de fortuna da história, no Guiness Book.

De acordo com o livro, é impossível declarar qual foi o valor exato da perda de Elon. Porém, a estimativa da Forbes é que tenha sido por volta de US$ 182 bilhões.

Entretanto, algumas outras plataformas, acreditam que seja mais alto ainda, chegando a US$ 200 bilhões.

- Publicidade -

O financeiro de Elon Musk

Desde o ano de 2020, o empresário cresceu muito sua fortuna, chegando a US$ 338 bilhões. Este fato fez com que ele chegasse ao patamar de maior bilionário do planeta.

Elon Musk
Fonte: Inova Social

As coisas começaram a mudar após o CEO da Tesla, fabricante de carros elétricos, comprar a rede social Twitter.

Agora, quem está sendo o homem mais rico do mundo é Bernard Arnault, dono do LVMH, um conglomerado de luxo.

- Publicidade -

O antigo dono do recorde de maior perda de fortuna da história, era um investidor japonês chamado Masayoshi Son. Ele perdeu US$ 58,6 bilhões em 2020.

Como ele se tornou tão rico?

Mesmo com o gigantesco rombo na conta, Elon Musk, ainda recebe o título de 2º homem mais rico do mundo, com uma fortuna de US$ 130 bilhões.

Em 1983, quando tinha 12 anos, o africano desenvolveu um jogo de videogame chamado “Blastar”, que era sobre o espaço sideral. Ele faturou US$ 500 ao vende-lo para uma revista.

Já em 92, ele se formou em física e economia pela Universidade da Pensilvânia. Ele começou o doutorado em física na Universidade de Stanford. Porém, ele desistiu para começar a empreender no meio digital, em 1995.

Em 1999, ele e seu irmão, conseguiram fazer negócios com a Compaq para vender uma plataforma digital de jornais chamada Zip2, que os dois tinham desenvolvido. Eles faturaram US$ 341 milhões em dinheiro e ações.

Com o dinheiro recebido, ele criou um banco on-line chamada de X.com, que se tornou o conhecido PayPal.

O eBay, eventualmente fez uma proposta para comprar a empresa por US$ 1,5 bilhões, que renderam a Elon Musk, US$ 180 milhões.

Depois disso, ele investiu em três novos projetos: a SpaceX, a Solar City e a Tesla.

Hoje em dia as empresas valem:

• Tesla: US$ 378,2 bilhões
• SpaceX: US$ 137 bilhões
• Solar City: US$ 2,6 bilhões

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. AceitarLeia mais

Horóscopo Do Dinheiro: 5 Signos Que Terão Muita Grana Este Ano BioBoost: A IA do LinkedIn que Potencializa sua Presença nas Redes Sociais Tiktok: Plataforma é banida em mais um país no meio político Chamas da Vingança se Espalham: A Saga de Denzel Washington Continua na Série Original da Netflix Adeus ao Bosque dos Cem Acres: Por que o Novo Filme do Ursinho Pooh está Sendo Retirado das Telonas