- Publicidade -

Representatividade feminina ainda é pouca, diz estudo

0

A representatividade feminina entre as profissões ligadas ao cinema está baixa, tendo sendo apenas 22% dos profissionais, mulheres.

- Publicidade -

Segundo uma pesquisa criada por Martha Lauzen, do Centro de Estudos de Mulher na Televisão e no Cinema, as mulheres por trás das grandes produções de 2022 somaram apenas 22% — 1% a menos do que no ano de 2021.

Para Martha, a pesquisa pode esclarecer fatos:

“Tendo monitorado os créditos de filmes ao longo de um quarto de século, o projeto nos dá os registros mais longos e compreensíveis que temos a respeito do emprego de mulheres por trás das câmeras.”

Representatividade feminina por trás das câmeras

- Publicidade -

Se em frente das câmeras as mulheres tem bastante visibilidade, nos bastidores isso não se repete.

A representatividade feminina em profissões como produtoras, editoras, roteiristas, diretoras e cinegrafistas pouco mudou em quase um quarto de século. Ao consideramos os dados da pesquisa, encontramos os seguintes números:

Entre os 250 filmes de maior bilheteria em 2022 as mulheres são:

  • 7% entre os cinegrafistas;
  • 19% entre os roteiristas;
  • 25% entre os produtores executivos e 
  • 31% dos produtores.

Preconceito em Hollywood

- Publicidade -

Durante uma investigação, pela Comissão de Igualdade no Trabalho dos EUA, foi apurado que alguns dos maiores estúdios hollywoodianos discriminam mulheres em altos cargos, como diretoras.

Isso comprova a veracidade das informações coletadas por Martha Lauzen.

“Dado ao número de debates, relatórios de pesquisa e anotações direcionadas a essa questão pelas últimas duas décadas e meia, deveríamos esperar por crescimentos maiores.

Esse foi o resultado de 25 anos de reivindicações, pesquisas e investigações da Comissão de Igualdade no Trabalho dos EUA para dobrar o número de diretoras de 9% para 18% — e mulheres ainda são pouco representadas nessa posição. Somente consigo imaginar que levará a mesma quantidade de esforço para aumentar o número de mulheres trabalhando nos outros cargos, como cinegrafista e editoras.”

Infelizmente, isso acontece independente da capacidade e da qualidade do serviço das mulheres, já que filmes dirigidos, roteirizados, editados ou produzidos por mulheres tiveram tanto sucesso como os que foram assinados por homens.

Conheça algumas das produções que tiveram mulheres por trás das câmeras:

  • A Mulher Rei, com a direção de Gina Prince-Bythewood
  • I Wanna Dance With Somebody — A História de Whitney Houston, dirigido por Kasi Lemmons
  • Till — A Busca Por Justiça, dirigido por Chinonye Chukwu
  • Morte, Morte, Morte, por Halina Reijn
  • Case Comigo,  dirigido por Kat Coiro

Como transformar a realidade?

A resposta para aumentar a representatividade feminina pode estar na sororidade. De acordo com a pesquisa, nos filmes que tinham mulheres em cargos de alta responsabilidade, como a direção, muitas outras mulheres participaram da produção.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. AceitarLeia mais

Horóscopo Do Dinheiro: 5 Signos Que Terão Muita Grana Este Ano BioBoost: A IA do LinkedIn que Potencializa sua Presença nas Redes Sociais Tiktok: Plataforma é banida em mais um país no meio político Chamas da Vingança se Espalham: A Saga de Denzel Washington Continua na Série Original da Netflix Adeus ao Bosque dos Cem Acres: Por que o Novo Filme do Ursinho Pooh está Sendo Retirado das Telonas