- Publicidade -

Pesquisadores da Universidade de Oxford realizam estudo para provar que somos todos parentes. Entenda

0

Com mais de 3.600 genomas modernos e oito antigos, Oxford conclui que compartilhamos árvore genealógica.  

- Publicidade -

Seja na escola ou na sessão de terapia, todos já fizeram a árvore genealógica pelo menos uma vez na vida. Esta atividade consiste em você listar a partir de você, as pessoas da sua família, pais, avós, bisavós, irmãos, tios e tias, primos e primas, etc.

Porém, os pesquisadores de Oxford fizeram esta árvore de toda a humanidade. Ficou confuso? Calma, nós vamos explicar.

Como foi realizada a pesquisa pela Oxford?

O resultado do estudo se deu através de manipulações com 3.601 genomas modernos e oito genomas antigos.

- Publicidade -

Fonte: Oriundi.net

Para o pesquisador Gil McVean, agora há a chance de construir a genealogia de todas as pessoas do universo. Ele acredita que as pessoas sejam capazes de dar características mais detalhadas de si, ao contrário de falar apenas sobre nacionalidades.

“Os seres humanos estão todos relacionados entre si”, disse ele. “O que eu sempre quis fazer é ser capaz de representar a totalidade do que podemos aprender sobre a história humana por meio dessa genealogia”, completou.

A origem e o futuro da humanidade

A árvore feita pela Universidade, garante que nossas raízes começam no nordeste da África. McVean ainda diz que as pessoas chegaram à Nova Guiné e nas Américas milhares de anos antes do primeiro registro feito nos registros da história da humanidade.

- Publicidade -

Os cientistas acreditam que a região da África, se corresponde ao atual Sudão.

Alguns cientistas pelo mundo não acreditam muito nesta história. Eles creem em outra teoria que afirma que a havia povos espalhados pela África inteira, sendo assim, a humanidade teria diversas origens.

O pesquisador de Oxford então, disse que sua teoria também é compatível com esta. “Há linhagens muito profundas na África que sugerem a noção de que existem populações de origem múltipla, profundamente divergentes, representando divisões realmente antigas”, disse ele.

Este mistério ainda deve se perdurar por diversos anos e décadas. Porém, pelo menos já sabemos que a probabilidade de nossos ancestrais serem os mesmos ou muito próximos uns dos outros é real.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. AceitarLeia mais

Horóscopo Do Dinheiro: 5 Signos Que Terão Muita Grana Este Ano BioBoost: A IA do LinkedIn que Potencializa sua Presença nas Redes Sociais Tiktok: Plataforma é banida em mais um país no meio político Chamas da Vingança se Espalham: A Saga de Denzel Washington Continua na Série Original da Netflix Adeus ao Bosque dos Cem Acres: Por que o Novo Filme do Ursinho Pooh está Sendo Retirado das Telonas