- Publicidade -

#MeToo: Paramount é processada por exploração sexual e distribuição de imagens de nudez

0

O processo remete a um filme, produzido em 1968, onde os atores, na época com 15 e 16 anos, foram expostos.

- Publicidade -

O ano era 1968 e a vida dos atores e atrizes dependia muito de seu sucesso. Para quem estava iniciando a carreira, havia grandes obstáculos, sendo um dos mais complicados o fato de ter que se submeter aos desmandos do diretor.

Anos mais tarde, em 2017, a atriz Alyssa Milano incentivou as pessoas a compartilharem a hashtag #MeToo, em uma campanha de conscientização sobre violência sexual.

Daí em diante, diversos artistas aderiram a campanha e revelaram o lado sombrio de Hollywood. Nesse momento, o mundo teve noção do tamanho do problema que vinha sendo mascarado em roupas luxuosas e tapetes vermelhos.

Cinco anos depois do início do movimento, mais um caso vem ao conhecimento do público.

- Publicidade -

#MeToo — Olivia Hussey e Leonard Whiting

Em 1968, Olivia Hussey e Leonard Whiting protagonizaram a versão cinematográfica do clássico shakespeariano Romeu e Julieta.

Os protagonistas, na época com 15 e 16 anos respectivamente, protagonizaram uma cena que acabou expondo seus corpos ao mundo inteiro.

Seguindo as instruções do diretor Franco Zeffirelli, os jovens confiavam na palavra de Zeffirelli, de que não haveria nudez no filme, e aceitaram fazer uma cena onde a nudez seria insinuada.

Segundo os atores, o diretor teria informado que de onde a câmera estava, as partes íntimas dos atores não seriam capturadas. Mas não foi isso o que aconteceu. A cena final exibia os seios de Olivia Hussey e as nádegas de Leonard Whiting, e foi amplamente usada pela Paramount durante a divulgação do longa.

- Publicidade -

Exposição e consequências

Segundo Tony Marinozzi, advogado dos atores, os jovens foram ludibriados:

“O que foi dito a eles e o que aconteceu foram duas coisas diferentes. Eles confiaram em Franco, eram adolescentes que seguiram a liderança dele, sem imaginar que ele violaria a confiança que tinham construido. 

Franco era amigo deles e, francamente, aos 15 e 16 anos, o que eles poderiam fazer? Não havia opções. Não havia #MeToo”.

Para os atores, a exposição causou “angústia mental e estresse emocional”, e além do sofrimento psicológico, tal exposição afetou a carreira deles, por causa da polêmica que seguiu o lançamento do filme.

Apesar dos percalços, Romeu e Julieta foi indicado a 4 Óscar. Já os protagonistas, não conseguiram muitos papeis relevantes.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. AceitarLeia mais

Horóscopo Do Dinheiro: 5 Signos Que Terão Muita Grana Este Ano BioBoost: A IA do LinkedIn que Potencializa sua Presença nas Redes Sociais Tiktok: Plataforma é banida em mais um país no meio político Chamas da Vingança se Espalham: A Saga de Denzel Washington Continua na Série Original da Netflix Adeus ao Bosque dos Cem Acres: Por que o Novo Filme do Ursinho Pooh está Sendo Retirado das Telonas