- Publicidade -

INSS: saiba o que acontece se parar de contribuir

0

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) é o órgão responsável por recolher contribuições e aposentar os trabalhadores brasileiros.

- Publicidade -

Todos os meses, o INSS recebe as contribuições dos trabalhadores brasileiros, seja por meio dos empregadores, que pagam os direitos dos seus funcionários, ou pelos próprios contribuintes, que realizam o pagamento de forma individual.

O objetivo dessa contribuição é simples: formar um fundo que possa mais tarde ser usado como fonte de renda (aposentadoria) para a pessoa que contribuiu.

No entanto, algumas pessoas podem deixar de contribuir. O que acontece nesses casos?

Você também pode gostar de ler:

- Publicidade -

Beneficiários do Auxílio Brasil recebem péssimas notícias, confira o assunto

Planos do Bolsa Família 2023: Devo renovar a inscrição com o Auxílio Brasil?

O que acontece se deixar de pagar o INSS?

Alguns podem pensar que ao deixar de contribuir implica na perda automática do direito. Porém, não é bem assim.

Em geral, mesmo com o interrompimento da contribuição, os direitos são mantidos, mas pode ser mais complicado para o contribuinte ter acesso a tais recursos.

- Publicidade -

Perder a “Qualidade de Segurado” é o que faz com que a pessoa deixe de ter direito aos benefícios da Previdência Social. Mas, o que é “Qualidade de Segurado”?

Qualidade de Segurado

Esse termo — Qualidade de Segurado — está relacionado ao tempo de contribuição. Ao fazer os pagamentos mensais, o contribuinte inicia um histórico, que serve para concluir se a pessoa atingiu ou não a qualidade de segurado.

Ao interromper o pagamento, esse histórico não é apagado, isso quer dizer que a perda da “Qualidade de Segurado”, não acontece de forma automática. Primeiro, o beneficiário do INSS fica no que é chamado de “Período de Graça”.

Durante este tempo, que varia de pessoa para pessoa, o direito é mantido, e em alguns casos (onde já constam mais de 120 contribuições no histórico), pode até mesmo ser estendido por mais um ano.

Passado esse prazo, caso o contribuinte não retome os pagamentos, ai sim, a “Qualidade de Segurado” é perdida.

Outro fator que pode contribuir para a perda da “Qualidade de Segurado” são os pagamentos irregulares, pois para o INSS os pagamentos contínuos são importantes.

Deixar de cumprir o tempo de carência para solicitar o benefício também pode afetar a classificação do beneficiário.

Para recuperar a “Qualidade de Segurado” será necessário voltar a realizar as contribuições, por pelo menos 6 meses.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. AceitarLeia mais

Horóscopo Do Dinheiro: 5 Signos Que Terão Muita Grana Este Ano BioBoost: A IA do LinkedIn que Potencializa sua Presença nas Redes Sociais Tiktok: Plataforma é banida em mais um país no meio político Chamas da Vingança se Espalham: A Saga de Denzel Washington Continua na Série Original da Netflix Adeus ao Bosque dos Cem Acres: Por que o Novo Filme do Ursinho Pooh está Sendo Retirado das Telonas