- Publicidade -

Elon Musk: Twitter vai liberar selo de autenticação de forma manual. Entenda

0

Novo sistema de verificação deverá incluir selos azuis para usuários comuns, dourados para companhias e cinzas para contas relacionadas a governos

- Publicidade -

A rede social vem passando por muitas turbulências recentemente. O Twitter já sofreu demissão em massa, teve sua chefia trocada e esta pretende revolucionar a plataforma.

Assim, novidades e polêmicas vêm surgindo na rede de Musk. Uma delas é acerca dos selos de verificação de perfis. O dono do Twitter afirmou recentemente que os emblemas voltarão a ser disponibilizados a partir da próxima sexta-feira (2).

Talvez você também goste de ler:

Elon Musk se torna diretor único do Twitter e acaba com conselho da rede social

- Publicidade -

A partir do retorno, teremos como observar mais cores na plataforma. O bilionário também declarou que tais selos irão receber cores distintas, a depender do perfil que irá conter o sinal de verificação.

Contas de usuários comuns permanecerão com o tradicional selo de cor azul. Já as contas referentes aos governos receberão selos na cor cinza. Empresas que também possuem conta no Twitter ganharão o emblema dourado.

Venda dos selos

Ao assumir o comando da rede social, Elon Musk anunciou a venda dos selos de verificação da plataforma. Estes poderiam ser adquiridos por meio do Twitter Blue, porém o processo sofreu um trâmite que levou a sua interrupção.

Um grande número de perfis falsos estavam comprando o selo, se passando por outras pessoas. Diante de muitas reclamações, a rede do também dono da Tesla teve que cessar a venda.

- Publicidade -

No entanto, Musk encontrou uma solução para resolver o problema, que parece ser extremamente complicada, levando a mais tempo de espera pelo emblema: a partir de agora, as contas que realizarem a compra deverão esperar pela realização de uma verificação manual.

Assim, as contas só receberão o selo após os devidos procedimentos, que serão feitos por um setor em específico da plataforma. Desta forma, para a ativação do selo, será necessário que o Twitter autentique conta por conta.

O empresário afirmou sobre a implementação do trabalho: “Doloroso, mas necessário.”

Após a transição de chefia do Twitter, metade dos anunciantes deixam a plataforma

As medidas controversas de Musk continuam gerando impactos negativos para o Twitter. Uma das consequências é que, desde o fim de outubro, quando o bilionário assumiu oficialmente a plataforma, 50% dos maiores anunciantes deixaram a rede.

A empresa Media Matters compartilhou os números levantados neste período. Metade dos 100 anunciantes não realiza mais investimentos no Twitter. Tais companhias eram grandes e destinavam recursos financeiros à rede de Musk desde 2020.

Desde então, o volume financeiro ficou em torno de US$ 2 bilhões (cerca de R$ 10,6 bilhões). Este ano, os anunciantes teriam gastado mais de US$ 750 milhões na plataforma. É possível ver que tal quantia que foi drasticamente reduzida nos últimos 25 dias.

Algumas empresas, como Chevrolet, Chipotle e Ford, anunciaram publicamente que parariam de apostar no Twitter. A Matters ainda afirma que a maioria dos anunciantes são “desistentes silenciosos”.

Estas empresas não fizeram qualquer tipo de posicionamento oficial diante das mudanças e comportamentos de Musk e apenas cortaram a verba por tempo indeterminado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. AceitarLeia mais

Horóscopo Do Dinheiro: 5 Signos Que Terão Muita Grana Este Ano BioBoost: A IA do LinkedIn que Potencializa sua Presença nas Redes Sociais Tiktok: Plataforma é banida em mais um país no meio político Chamas da Vingança se Espalham: A Saga de Denzel Washington Continua na Série Original da Netflix Adeus ao Bosque dos Cem Acres: Por que o Novo Filme do Ursinho Pooh está Sendo Retirado das Telonas