- Publicidade -

Parabéns com maturidade: “A gente tem que saber ganhar e perder”, diz apoiador do Bolsonaro

0

O empresário Márcio Torrez publicou um vídeo em que lamenta a perda de Bolsonaro no segundo turno das eleições de 2022.

- Publicidade -

“Vou continuar torcendo para que meu país dê certo, independente de ser o Lula ou Bolsonaro”, diz o empresário no vídeo que viralizou nas redes sociais. Sua filha o registrou retirando os adesivos de Jair Bolsonaro, candidato à reeleição.

Ele parabeniza os petistas e brinca pedindo convite para um churrasco, refeição utilizada como bandeira eleitoral de Lula (PT) durante a campanha, com os ganhadores: “O mínimo que eu espero é o convite para o churrasco com picanha e cervejinha.”

Talvez você também goste de ler:

- Publicidade -

Lula prometeu “um decreto, um revogaço desse sigilo que o Bolsonaro está criando”; entenda

Também no vídeo, o empresário retira adesivos com menções do candidato, mas diz que manterá bandeiras do Brasil na fachada de casa. Ele deixa claro que não está feliz, mas que vai seguir em frente:

“Eu não vou mudar meus pensamentos, meus princípios por causa da eleição.”

Márcio e sua filha falam sobre apoiadores de Bolsonaro que devem aceitar o resultado das eleições e seguir em frente: “Fizemos a luta que tínhamos que fazer e não ganhamos”, diz ele em um trecho. O empresário comenta críticas aos nordestinos, que deram vitória ao presidente eleito.

Ele diz: “Não adianta menosprezar o Nordeste. O Nordeste ganhou a eleição, o PT ganhou a eleição no ‘nós contra eles’. Se a gente continuar apontando para o Nordeste, eles vão continuar levando a eleição porque nós simplesmente não entendemos que não devemos ficar julgando.”

- Publicidade -

Depois da repercussão, Márcio compartilhou um novo vídeo no TikTok: “Queria que o presidente que eu votei reconhecesse que perdeu”, afirmando que espera o posicionamento de Bolsonaro e negando qualquer teoria sobre fraude nas urnas.

Manifestações pós eleição

O resultado do segundo turno das eleições, definido cerca de 3 horas após o fechamento das urnas, impactou a vida de petistas e demais apoiadores de Lula. Com sua vitória, muitos saíram às ruas, no domingo (30), para manifestar alegria e apreço com os mais de 60 milhões de votos que o candidato do PT recebeu.

No entanto, bolsonaristas e opositores de Lula utilizaram-se do livre arbítrio para manifestar desgosto com o resultado. Parte revela total descontentamento com o fato de um “ex-presidiário” ser o próximo presidente do Brasil, outros utilizam as manifestações somente para protestar contra o resultado.

Grupos se formaram em diversos estados do país: manifestantes reunidos em frente às bases e forças militares (alguns pedindo intervenção militar), manifestantes e caminhoneiros ocupando vias de estradas e mais manifestações realizadas no feriado de Finados, 2 de novembro.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. AceitarLeia mais

Horóscopo Do Dinheiro: 5 Signos Que Terão Muita Grana Este Ano BioBoost: A IA do LinkedIn que Potencializa sua Presença nas Redes Sociais Tiktok: Plataforma é banida em mais um país no meio político Chamas da Vingança se Espalham: A Saga de Denzel Washington Continua na Série Original da Netflix Adeus ao Bosque dos Cem Acres: Por que o Novo Filme do Ursinho Pooh está Sendo Retirado das Telonas