- Publicidade -

Outubro Rosa: Alimentação é ótima aliada no combate ao câncer de mama

0

A campanha Outubro Rosa tem como objetivo conscientizar sobre o câncer de mama e sobretudo reverter os altos índices dos dados da nossa atualidade. O Instituto Nacional de Câncer (INCA) estimou mais de 60.000 casos no ano passado.

- Publicidade -

Dentre as ações da campanha Outubro Rosa estão o relato de pacientes que conseguiram vencer a doença, a divulgação de como fazer o autoexame, o incentivo às consultas e as atividades físicas.

Com tudo isso, a campanha Outubro Rosa ganha uma amplitude fundamental para a reversão dos quadros. Na campanha, alguns ajustes são recomendados, a alimentação está inserida nesse aspecto.

Talvez você também goste de ler:

Dá pra acreditar? Roberto Jefferson até gravou disco interpretando clássicos em 2011

- Publicidade -

Já é de grande conhecimento da sociedade que um bom hábito alimentar é capaz de ajudar em diferentes aspectos, pois a boa composição da refeição ajuda nos nutrientes fundamentais para o bom funcionamento do organismo, e no que diz respeito à prevenção do câncer de mama não é diferente.

O acúmulo da gordura está diretamente conectado com a má alimentação. A obesidade no Brasil é um fator preocupante para a OMS. Segundo a própria Organização Mundial de Saúde, o Brasil é o país que mais tem obesos na América Latina, consequentemente, o Brasil também é o país que mais mantém seus maus hábitos alimentares.

A condição de obesidade não afeta somente o corpo físico da pessoa, mas por vezes também afeta seu emocional e seu mental.

A nutricionista Francyne Silva Fernandez deixa algumas dicas em prol do fortalecimento da campanha Outubro Rosa no que diz respeito à alimentação.

O consumo excessivo de álcool, sal e açúcar são fatores que prejudicam uma alimentação saudável. O indicado é que se priorize os alimente in natura, sementes e cereais.

- Publicidade -

Para quem está em um tratamento oncológico é necessário que um limite de consumo de carne vermelha seja estabelecido, afinal, tudo em excesso faz mal. Com isso, especialmente os pacientes que estão em tratamento oncológico não devem ultrapassar a quantidade de 500g semanais.

A água sempre mostra a importância de seu abundante consumo, ela ajuda na hidratação, da desintoxicação etc, no entanto, o consumo de alguns outros líquidos também são recomendados como chás, suco verde ou sucos de frutas vermelhas.

Por fim, a especialista reforça o fato da importância da dieta equilibrada e rica em antioxidantes, alguns exemplos são frutas vermelhas e vegetais verde escuros, isso ajuda na preservação do equilíbrio do corpo. Especialmente em pacientes que necessitam da quimioterapia, essa dieta ajuda a eliminar as toxinas.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. AceitarLeia mais

Horóscopo Do Dinheiro: 5 Signos Que Terão Muita Grana Este Ano BioBoost: A IA do LinkedIn que Potencializa sua Presença nas Redes Sociais Tiktok: Plataforma é banida em mais um país no meio político Chamas da Vingança se Espalham: A Saga de Denzel Washington Continua na Série Original da Netflix Adeus ao Bosque dos Cem Acres: Por que o Novo Filme do Ursinho Pooh está Sendo Retirado das Telonas