- Publicidade -

Pix é sucesso no e-commerce e boletos estão com os dias contados

0

A implementação do pagamento através do Pix já completou 2 anos. Mesmo sendo recente, esta opção se tornou uma das formas de pagamento preferidas – tanto pelos clientes quanto pelas empresas.

- Publicidade -

O crescimento das transações por esse meio são bastante expressivos, chegando a um aumento de 225%, de acordo com o Banco Central.

Talvez você goste de ler:

Google Maps começa a mostrar preço dos pedágios no Brasil

O Pix e os lojistas

- Publicidade -

Um dos grandes atrativos do Pix para as empresas é a possibilidade de diminuir a desistência de compras. Ao solicitar o pagamento via boleto bancário, aproximadamente 50% das compras são abandonadas.

Ao favorecer o Pix como forma de pagamento as empresas não só simplificam a transação para o seu cliente, mas também têm chances de aumentar suas vendas.

As compras via Pix costumam ser processadas mais rapidamente, pois o pagamento é imediato, da mesma forma que acontece nas compras por cartão de crédito. Para incentivar essa forma de pagamento, as empresas costumam oferecer descontos nessas operações.

O fim dos boletos

Atualmente, as transações via Pix tem se tornado a preferência dos compradores e também dos vendedores.

- Publicidade -

Em um estudo feito pela Capco consultoria, a maioria dos entrevistados (94%) afirmou usar essa forma de pagamento em suas compras. Pagamentos de prestação de serviços, bem como de contas de consumo, também estão sendo realizados através deste meio.

Apesar disso, o pix não pretende eliminar de vez os boletos, mas transformá-los em segunda opção. Dessa forma, ambos podem ser utilizados, se essa for a escolha do comerciante. Porém, ao que tudo indica, as operações via pix tendem a predominar.

Um dos fatores que influenciam nesse aspecto é que as taxas são muito menores (para o lojista) nas compras por pix. Essa redução das taxas pode aumentar os lucros dos comércios.

É possível realizar uma compra parcelada por pix?

Sim, essa opção já existe, como é o caso do RecargaPay, que parcela de forma similar ao cartão de crédito. Assim, para o consumidor, o pagamento é feito em pequenas partes, e o vendedor recebe na hora.

A vantagem é óbvia, pois o cliente pode aproveitar promoções de desconto em compras à vista, mesmo se não tiver todo o dinheiro. Ao comprar de forma parcelada, por pix (através do RecargaPay), algumas taxas podem ser repassadas ao cliente, mas muitas vezes, o desconto compensa a adição dessas.

No entanto, apesar de já haver algumas instituições que oferecem essa possibilidade, essa prática ainda não é muito comum.

Porém, com a expansão dessa forma de pagamento, o Pix pode dominar não só as transações via boleto, mas pode alcançar também o setor dos cartões de crédito.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. AceitarLeia mais

Horóscopo Do Dinheiro: 5 Signos Que Terão Muita Grana Este Ano BioBoost: A IA do LinkedIn que Potencializa sua Presença nas Redes Sociais Tiktok: Plataforma é banida em mais um país no meio político Chamas da Vingança se Espalham: A Saga de Denzel Washington Continua na Série Original da Netflix Adeus ao Bosque dos Cem Acres: Por que o Novo Filme do Ursinho Pooh está Sendo Retirado das Telonas